quinta-feira, 30 de novembro de 2017

O que acontece quando recebemos o Senhor Jesus Cristo? -111 - 19.07.2017 - AULA 51 - FASE - 3

Quando nos arrependemos dos nossos pecados e de depositamos nossa fé em Jesus, entregando-lhe o controle de nossa vida, uma série de coisas fantásticas acontece instantaneamente:
1.  Deus perdoa todos os nossos pecados. "Homem, estão perdoados os teus pecados." (Lucas 5.20.)
2.  Deus nos dá a vida eterna. "...para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)
3.  Deus nos dá a condição de justos diante dele.
"Se manifestou a justiça de Deus... mediante a fé em Jesus Cristo para todos os  que crêem..." (Romanos 3.2l,22).
4.  Deus nos transforma em filhos dele. "Mas, e todos quantos o receberam, deu- lhes o poder de serem feitos filhos de Deus." (João 1.12.)
5.    Cristo entra em nossa vida para viver em nós.
"Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo." (Apocalipse 3.20.) A porta é a do seu coração. Quando convidamos Cristo a entrar, ele entra e faz em nós sua morada.
6.    Jesus se torna nosso companheiro constante.
"Estou convosco todos os dias..." (Mateus 28.20.)
Como filho de Deus, já perdoado, e com Cristo no coração assistindo-o sempre, você pode viver uma vida transformada. Conserve uma atitude de arrependimento e
fé, e procure obedecer ao que a Bíblia ensina. Se confiar humildemente em Cristo, você vencerá com ele!

5. Como podemos ter certeza da nossa salvação?
É maravilhoso ser salvo através da fé em Jesus Cristo. Melhor ainda é ter certeza absoluta da salvação. Esta certeza nos é transmitida por Deus de três maneiras:
1. Pela Palavra de Deus. Todas as promessas de Deus são verdadeiras. Quando fazemos a nossa parte ele faz a parte dele. Quando nos arrependemos, ele perdoa. Quando convidamos Jesus para entrar no coração, ele entra mesmo.
"E o testemunho é este, que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no seu Filho. Aquele que tem o Filho (no coração) tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida. Estas cousas vos escrevi a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus': (1 João 5.11- 13.)
2. Pela confiança íntima que o Espírito Santo nos dá. "O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus." (Romanos 8.16.) Recebemos de Deus uma confirmação de que não pertencemos mais a Satanás e nem a nós mesmos; pertencemos a Deus. Somos seus filhos. "Aquele que crê no Filho de  Deus tem em si o testemunho." (I João 5.10)
3. Pela vida transformada. "Se alguém está em Cristo, é nova criatura: as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas." (2 Coríntios 5.17)
Cristo efetua mudanças em nossos pensamentos, e tenções, atitudes, palavras e ações. Sua vida mudou? E evidência da atuação do Senhor.
A certeza da salvação não vem através dos sentimentos, pois estes são instáveis. A certeza vem através de uma convicção interior. Confie em Deus e em sua Palavra.
Agora que você creu em Jesus para a salvação, há algumas coisas que precisa fazer.
  
IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO – SÃO JOÃO DO PARAÍSO – MG

CONVITE


domingo, 12 de novembro de 2017

Trabalhando as diferenças no casamento, por pr. Dr. David Merkh e Carol Sue

Deus tem senso de humor. Caso contrário, nunca teria juntado pessoas tão diferentes na instituição sagrada que chamamos “casamento”:

· O introvertido casa-se com a “vida da festa”;
· O “dorminhoco” junta-se àquela que acorda com os pássaros’
· Ele esmaga o tubo de pasta de dentes; ela faz carinho no tubo para persuadir a pasta a sair;
· Ele coloca o rolo de papel higiênico para sair de cima; ela, para sair de baixo;
· Ele que tirar férias nas montanhas; ela, na praia;

· Ele gosta de churrascarias; ela adora comida chinesa;
· Ele expressa amor por meio de atos de serviço; ela quer ouvir as palavras “Eu te amo”;
· Ele quer dormir com a janela aberta e o ventilador ligado, mesmo no inverso; ela usa dois cobertores, mesmo com a temperatura de 35 graus.

Infelizmente, nem todos acham graça nas diferenças que existem entre cônjuges. Pior, às vezes essas diferenças levam alguns casais à conclusão de que são “incompatíveis”. Logo nos primeiros anos de casamento, ficam desiludidos, frustrados, decepcionados.
Não tem de ser assim. Para valorizarmos a individualidade de cada um, precisamos entender o propósito divino por trás das diferenças entre nós. Além disso, precisamos aprender a aproveitá-las para tornar o casamento ainda mais forte. Deus chamou o homem e a mulher para se completarem, não para competirem!

Por que as diferenças?

Para entendermos esse “senso de humor divino” que une pessoas tão diferentes, precisamos voltar para o estabelecimento do casamento dentro do plano de Deus. Em Genesis 2.15-24, descobrimos alguns princípios importantíssimos que explicam por que o ditado “os opostos se atraem” é verdadeiro para tantos casais.

1.  O homem precisava de ajuda para realizar sua tarefa no jardim. Quando Deus fez o homem e o colocou no jardim do Éden, deu-lhe a tarefa de cuidar e cultivar o jardim (Gn 2.15). Logo em seguida, Deus declarou que não era bom que o homem estivesse só (2.18). Nos seis dias da criação, esta foi a única vez que Deus declarou que algo não era bom. Em outras palavras, Deus disse: “Não dá! O homem não consegue realizar sozinho a obra que eu lhe entreguei para fazer na terra. Está faltando alguém”. O que faltava era a mulher – Eva. Em Genesis 2.18b e 20, Eva foi chamada de “auxiliadora idônea”. Infelizmente, muitos distorcem estes termos para fazer da mulher/esposa uma espécie de “capacho eficiente”. Nada pode estar mais longe da verdade! O termo “auxiliadora” não significa “escrava” – alguém para lavar a roupa e fazer a comida. No Antigo Testamento, a mesma palavra hebraica foi usada para referir-se somente a uma outra pessoa – o próprio Deus! Quando se refere a Deus, o termo é traduzido por “auxílio”(Sl 33.20), “aparo”(Sl 115.9-11), “socorro”(Os 13.9) e “ajuda” (Dt 33.7). Em outras palavras, Deus é descrito como aquele que socorre os seres humanos na hora das suas maiores necessidades. Seria difícil imaginar um título mais nobre que “auxiliadora”. Por sua graça, Deus colocou um representante ao lado de cada homem casado – um auxílio e amparo que o socorre e ajuda em todas as suas necessidades. Assim deve ser a esposa para o homem e, por implicação, o homem para sua esposa – complementos idôneos um para o outro!

2.  Deus criou a mulher para completar o que faltava no homem, e vice-versa. O outro termo – “idônea” – significa literalmente “conforme o seu oposto” ou “de acordo com o que está diante dele”. Em outras palavras, a mulher corresponde ao homem, mas também completa o homem. Ela é o que ele não é, faz o que ele não faz, supre o que ele não tem, e vice-versa. Assim como os dedos de duas mãos se correspondem, mas também se entrelaçam, homem e mulher, juntos, “fecham” as respectivas lacunas na vida de cada um.

Como aproveitar as diferenças?

Infelizmente, demoramos um pouco para perceber que as diferenças contribuem para a saúde do casamento. Alguns fazem de tudo para criar seu cônjuge à sua imagem. Por exemplo, alguém apaixonado por agendas e longas listas de afazeres casa-se com alguém que é bem mais “à vontade”. Nos primeiros anos do casamento, cada um tenta fazer o outro à sua imagem; mas normalmente isso não funciona – e ainda bem! Afinal de contas, quem quer casar consigo mesmo? Escolhemos nosso cônjuge justamente pelo fato de serdiferente de nós.
Um dos segredos de um bom casamento não é que, com o passar do tempo, os dois eliminem as diferenças entre si. A chave é saber trabalhar as diferenças!
Um exemplo da biologia ilustra esse princípio. Dizem que quanto mais diversificados os genes, mais forte torna-se a espécie. Isso pelo fato de que quando dois animais com genes semelhantes cruzam, tendem a reforçar as fraquezas no código genético. No entanto, a diversidade genética enriquece e fortalece a cria, pois, genes prejudiciais são contrabalanceados por genes saudáveis.
O casamento é assim também. O casal sábio aproveita as diferenças entre si para ministrar um para o outro justamente nas áreas de fraqueza ou falha. Por exemplo:

·         Uma esposa extrovertida ajuda seu marido tímido em situações nas quais ele se sente

domingo, 5 de novembro de 2017

Atirador invade igreja no Texas

Foto: AP Images
Até agora, mais de 20 pessoas foram mortas por um atirador desconhecido na comunidade rural de Sunderland Spring, a 50 km de San Antonio, no Texas. Segundo a imprensa americana, o número de feridos ultrapassa a casa dos 30 e ainda não se sabe quais são os motivos para o extermínio.
Uma testemunha afirma ter visto um homem entrar na Igreja Batista por volta das 11h30 (15h30 horário de Brasília) e abriu tiros durante a missa.  A única confirmação feita pelo FBI até agora é de que o assassino atuava sozinho. A polícia local confirma que o atirador “foi morto durante pequena perseguição”, segundo o porta-voz da delegacia do condado de Guadalupe.
O presidente Donald Trump está em uma viagem diplomática pela Ásia e já se pronunciou a respeito: “que Deus esteja com as pessoas em Sutherland Springs, Texas. O FBI e as forças da lei estão no local do crime. Eu estou monitorando a situação do Japão”
Sutherland Springs
A comunidade rural conta com 643 habitantes, segundo a Associação Histórica do Estado do Texas, e contabilizam mais de 50 pessoas entre feridos e mortos na ação desta tarde. A comunidade foi muito afetada e especula-se que, dentre as vítimas fatais, estão crianças e mulheres.
O pastor da igreja vizinha estava a duas quadras da igreja prestando alguns serviços. Foi durante essa ronda que ele percebeu a mudança: “recebemos telefonemas de amigos sobre os tiros, dizendo que havia um atirador na Primeira Igreja Batista”. Ele complementa: “alguns de nós foram pra lá [a igreja vizinha] e tudo o que fizemos foi orar…. Todos sabiam que o melhor era estar fora do caminho”
fonte: https://br.noticias.yahoo.com/atirador-invade-igreja-no-texas-203848049.html?hl=1&noRedirect=1

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

07 razões porque os cristãos estão procurando igrejas sérias

Em todo lugar no Brasil cresce o número de cristãos procurando igrejas sérias. Tornou-se comum, ouvir irmãos dizendo que cansaram do evangelho da autoajuda, do entretenimento, da prosperidade, do gospel e da libertinagem. De fato há uma enorme procura por igrejas bíblicas e centradas nas Escrituras, cujos pastores pregam as maravilhosas verdades do evangelho.

Isto posto, resolvi elencar sete razões porque os cristãos estão procurando igrejas sérias, senão vejamos:

1- Os cristãos estão procurando igrejas sérias porque cansaram de ouvir pregadores  fracos e despreparados tanto bíblica quanto teologicamente,

2- Os cristãos estão procurando igrejas sérias porque não suportam mais ouvir mensagens antropocêntricas cujo foco é a satisfação do freguês e não a glória de Deus.

3- Os cristãos estão procurando igrejas sérias porque não suportam mais uma igreja com louvores ensimesmados, cujo conteúdo encontra-se absorto em autoajuda.

4- Os cristãos estão procurando igrejas sérias porque não suportam mais ver o dinheiro e os recursos do Reino de Deus sendo mal administrados por pastores inescrupulosos.

5- Os cristãos estão procurando igrejas sérias porque não suportam mais ouvir heresias, distorções teológicas, e absurdos doutrinários dos mais variados possíveis.

6- Os cristãos estão procurando igrejas sérias porque estão cansados de mensagens legalistas, desprovidas de graça e sabedoria.

7- Os cristãos estão procurando igrejas sérias porque estão cansados de apóstolos, bispos e pastores messianistas, cuja o evangelho pregado é espúrio, "coronelesco", despótico e ditatorial.

Pense nisso!

Renato Vargens
Fonte: http://marciosantosorg.blogspot.com.br/2017/03/07-razoes-porque-os-cristaos-estao.html

domingo, 29 de outubro de 2017

40 Autores Altamente Recomendados


40-autores-altamente-recomendadosElaboramos uma pequena lista com 40 teólogos muito fiéis doutrinariamente, recomendados a todos os cristãos, sejam estudantes de teologia, líderes, pastores ou irmãos interessados em crescer no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

A lista está em ordem alfabética:



A. A. Hodge
Abraham Kuyper
Agostinho
Anthony Hoekema
Augustus Nicodemus Lopes
A. W. Tozer
Arthur W. Pink
Benjamin Warfield
Charles Haddon Spurgeon
Charles Hodge
C. S. Lewis
Dave Hunt
Francis Schaeffer
Gordon Clark
Greg L. Bahnsen
J. C. Ryle
J. I. Packer
João Calvino
John Bunyan
John Hendryx
John MacArthur
John Murray
John Owen
John Piper
John Stott
Jonathan Edwards
Louis Berkhof
Martinho Lutero
Martyn Lloyd-Jones
Matthew Henry
Paulo Romeiro
R. C. Sproul
Richard Baxter
Richard Sibbes
Ronald Hanko
Rousas John Rushdoony
Vincent Cheung
Wayne Grudem
W. Gary Crampton
William Hendriksen

Vários outros nomes poderiam ser incluídos nesta lista, mas estes já são um bom começo para quem está montando sua biblioteca teológica. Algumas obras deles podem ser baixadas gratuitamente em nosso site. Outras podem ser adquiridas em livrarias cristãs ou diretamente nos sites das editoras.

E você, recomenda mais algum autor? Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: https://www.internautascristaos.com/blog/quarenta-autores-altamente-recomendados

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Como ter uma noite de sono melhor segundo um psicólogo

Com a rotina agitada nas grandes cidades, fica difícil conseguir uma boa noite de sono. Além do cansaço, a falta de um sono de qualidade pode estar relacionada a outros problemas de saúde, tais como câncer, diabetes, doenças do coração, Alzheimer, obesidade e distúrbios mentais, em casos mais extremos.
Mas segundo o professor da Universidade de Hertfordshire, Richard Wiseman, há alguns passos simples que podem ajudar a conquistar o sonhado descanso. Muitas pessoas, por exemplo, pensam que ao cair no sono logo que se deitam é sinal de sono de qualidade, mas segundo Richard, isso indica que você não está dormindo direito.
Esse momento deve demorar cerca de 8 a 12 minutos, mais do que esse tempo também pode ser sinal de problema. Outra dica é nunca usar o celular ou assistir televisão durante a noite, pois isso piora ainda mais a qualidade do sono.
Mais uma indicação é não usarmos despertadores. Eles podem ser uma garantia para não perdermos a hora, mas Richard afirma que se dormirmos o suficiente (o ideal é, no mínimo, sete horas por noite), acordaremos cinco ou dez minutos antes que o aparelho comece a tocar. Ele segue dizendo que o problema em se usar um alarme é que o aparelho não sabe se estamos em sono profundo ou não e o ideal é acordarmos no estágio mais leve para evitar o mau humor e sensação de cansaço.
Cochilos também são uma boa opção segundo o professor, que costuma tirar uma soneca de 20 a 30 minutos todos os dias. Para ele, o melhor horário para isso é por volta das 15h, quando nosso ritmo circadiano está mais baixo.
Por fim, o ambiente tem influencia direta na maneira como dormimos e Richard indica que o quarto esteja fresco, escuro e que a cama seja espaçosa.

FONTE: https://br.yahoo.com/vida-estilo/como-ter-uma-noite-de-sono-melhor-segundo-um-psicologo-114639857.html

TROCAS DE POSIÇÃO! - PR. ESTÉLIO BRAGA

sábado, 21 de outubro de 2017

CULTO NA IBC


Por que precisamos de Jesus Cristo? -110 - 12.07.2017 - AULA 50 - FASE - 3

Fomos todos criados por Deus e para Deus. Ele queria ser nosso melhor amigo, e eterno Senhor. Mas os pecados que cometemos nos afastaram dele e trouxeram problemas e infelicidade à nossa vida. A Bíblia declara nossa situação sem Cristo:
·                    Pecadores. “Todos pecaram e carecem da glória de Deus.” (Romanos 3.23.)
·                    Espiritualmente mortos. “O salário do pecado é a morte.” (Romanos 6.23.)
·                    Condenados. “Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está   julgado.”
(João 3.18.)
·                    Separados de Deus. “Vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus.” (Isaías 59.2.)
·                    Sem outras opções. “Não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (Atos 4.12.)
Resumindo, sem Jesus estamos perdidos. Vivemos para nós mesmos, dirigindo nossa própria vida, buscando nossos próprios interesses. Fazemos a nossa própria vontade e não a de Deus. Transgredimos as leis de Deus, tornando-nos culpados diante dele. Tornamo-nos egoístas e vivemos frustrados. Ficamos envolvidos pelo pecado, perdemos o controle de nós mesmos e sofremos terríveis conseqüências.
O pior é que quando a vida termina, a separação de Deus se torna definitiva e eterna. E o destino terrível que Jesus chamou de inferno. Parece pavoroso, mas...

Apesar de nossas falhas, fracassos e pecados, Deus nos ama. Não importa o que tenhamos feito, ele quer nos salvar e ainda quer ser nosso amigo. Ele tem um plano maravilhoso para restaurar a nossa vida. Deus conhece nossa triste condição e, até mesmo antes de nascermos, enviou Jesus Cristo para receber em seu próprio corpo o castigo de nossos pecados. Ele nos oferece perdão e nova vida.
Jesus significa "Salvador". Ele veio para salvar-nos. Cristo significa "escolhido". Deus o escolheu e o enviou para cuidar das nossas necessidades e dos nossos problemas.
"Deus prova o seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores." (Romanos 5.8.).
Mas Jesus Cristo não foi vencido pela morte. Ele ressuscitou e vive para salvar você agora mesmo! Agora que sabe o quanto Jesus o ama, está pronto para segui-lo?

1.2  Como começar
Sabendo que Deus o ama e lhe oferece o perdão, fale com ele (em suas próprias palavras) e...
Confesse seus pecados. Mencione-os pelo nome:
mentira, orgulho, desonestidade, roubo, adultério, ódio ira, rancor, ganância, egoísmo, impureza, idolatria, macumbaria... ou outros pecados. Admita que está errado.
Diga a Deus que está arrependido e que com a ajuda dele, você está disposto a abandonar todos os pecados. Deixe ele dirigir sua própria vida e entregue o controle a Jesus.
Renuncie consagrações anteriores. Devoção a "santos" ou guias espiritualistas é contra a vontade de Deus, pois representam Satanás e recebem dele poder para prejudicar sua vida. Em alta voz, renuncie todos eles assim:
"Em nome de Jesus Cristo, eu renuncio Satanás, todos os espíritos malignos, toda a devoção a guias espiritualistas, "santos" e outras religiões. Desfaço minha consagração, me consagro, voluntariamente ao Senhor Jesus Cristo".
Diga a Deus que crê nele e em Jesus Cristo, e que se entrega completamente a ele. Crer nele é confiar que só Jesus Cristo pode salvar sua vida e sua alma... É  crer também que ele está fazendo isso agora! Peça o perdão de seus pecados e que o Senhor Jesus entre no seu coração para estar sempre na sua vida. Ele perdoará seus pecados quando você o receber no coração, ele receberá você na família e no reino de Deus.
Para finalizar sua decisão, agradeça ao Senhor Jesus por seu amor e perdão.


IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO – SÃO JOÃO DO PARAÍSO – MG

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Paixão - Paixão pela Igreja -109 - 05.07.2017 - AULA 49 - FASE - 3

INTRODUÇÃO
  
Comece a lição perguntando:

1. Se você é casado(a), como se sente ao ver seu cônjuge sendo maltratado por alguém? Se solteiro(a), quais são seus sentimentos ao ver sua mãe sendo maltratada?

A Bíblia compara a Igreja a uma noiva e a uma esposa. O Senhor é apaixonado pela Igreja e se importa com tudo que lhe diz respeito. Ao ver sua Igreja sendo maltratada, fica irado e, por zelo e cuidado, atua em seu socorro e proteção. Quando a vê sendo cortejada por outros e cedendo à tentação, fica enciumado e entristecido. Assim o Pai se expressa, por meio do profeta Jeremias: Eu me lembro de sua fidelidade quando você era jovem: como noiva, você me amava e me seguia pelo deserto, por uma terra não semeada. (...) Será que uma jovem se esquece das suas joias, ou uma noiva, de seus enfeites nupciais? Contudo, o meu povo esqueceu-se de mim por dias sem fim. Com quanta habilidade você busca o amor! Mesmo as mulheres da pior espécie aprenderam com o seu procedimento. (...) Você tem se prostituído com muitos amantes e, agora, quer voltar para mim?’, pergunta o Senhor. (...) Como a mulher que trai o marido, assim você tem sido infiel comigo, ó comunidade de Israel, declara o Senhor. Jeremias 2.2,32-33; 3.1,20.

DESENVOLVIMENTO

Se Deus é tão apaixonado pela Igreja, a ponto de sentir ciúmes, paixão pela Igreja é algo que também deve estar no coração daqueles que são apaixonados por Deus. Entretanto, como já aprendemos, a paixão não pode se limitar apenas a um sentimento, deve motivar-nos a agir. Que ações o nosso apaixonado Deus pratica em favor de sua amada noiva? E nós, como apaixonados pela Igreja, o que deveríamos fazer por ela?

Paulo trata desse tema quando escreve aos Efésios: Maridos, ame cada um a sua mulher, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se por ela para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra, e para apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável. Da mesma forma, os maridos devem amar cada um a sua mulher como a seu próprio corpo. Quem ama sua mulher, ama a si mesmo. Além do mais, ninguém jamais odiou o seu próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, como também Cristo faz com a igreja, Efésios 5.25-29.

1. Paixão pela Igreja é entrega em favor dela
Paulo enfatiza que o marido deve amar a esposa como Cristo amou a Igreja. Como Jesus amou sua Igreja? Entregando-se em favor dela. Nós também, como apaixonados pela Igreja, devemos entregar-nos por ela, investindo o melhor dos nossos recursos. A paixão pela Igreja pede que eu e você, por sermos apaixonados por Deus, nos disponhamos a dar nosso

TRÊS BASES, QUE SERVEM DE ALICERCE E ENCORAJAMENTO À FÉ DOS CRENTES DI...

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

CLEMÊNCIA, HELENA E LOID - Hino 384 - QUE DOCE VOZ

Liderar e ser liderado em Igreja Batista

Edvar Gimenes de Oliveira, pastor, colaborador de OJB
Liderar é um processo de interação entre perfis de quem lidera e de quem é liderado. Não é algo que depende somente da suposta capacidade de alguém tido como líder, mas também das qualidades de quem é liderado. Os resultados da ação de um grupo dependem, portanto, da afinidade entre duas partes - líderes e liderados - em quesitos como caráter, valores, motivação, conhecimento e finalidades.
Um líder, então, pode ser extremamente bem sucedido em um contexto e não em outro. Pode ver resultados do seu trabalho florescendo rapidamente em um lugar e, lentamente ou até não vê-los, em outro. Os fatores de cada circunstância determinam o sucesso do empreendimento.
Isso significa que quem ocupa cargos ou funções de liderança precisa conhecer não somente a missão, visão estratégica, valores, cultura, enfim, da organização, mas também o caráter e a motivação dos liderados.
Claro que, em uma situação concreta, os elementos que compõem o palco no qual a história vai desenrolar-se nem sempre são claros. Geralmente, pelo contrário, são um emaranhado que exige muito tempo de observação e reflexão da parte de quem tem a responsabilidade de liderar.
No caso de uma Igreja Batista, quando um processo de caminhada entre líderes e liderados tem início, isso não acontece a partir do nada. O próprio nome Igreja Batista serve de indicador prévio. Ele aponta dois pressupostos: 1) - somos Igrejas; 2) - somos Batistas. É a partir desses dois elementos que tudo se desenvolverá.
Tanto a palavra Igreja quanto a Batista tem uma história. Daí, uma condição essencial para o sucesso na caminhada entre líderes e liderados na Igreja é conhecer história. Não somente a história, a etimologia dessas palavras, mas o significado dado a elas a partir do contexto primitivo do seu uso. Uma vez que organizações e palavras não são elementos estáticos, congelados, é importante que se saiba o que se tornaram e o porque do significado que ganharam, no máximo de contextos possíveis.
Se houver conhecimento de ambas as partes do que vem a ser Igreja e Batista, encontraremos elementos comuns à busca de afinidade, para, a partir daí, afinar caráter, valores e motivação, bem como eleger prioridades, objetivos e metas específicas. Sem conhecimento da natureza do empreendimento, clareza das finalidades e disposição para subordinar-se a eles, o sucesso da trajetória torna-se mais incerto.
Portanto, diria que um primeiro passo para quem se propõe a liderar uma Igreja Batista é certificar-se de que líderes e liderados sabem e aceitam o que é ser Igreja Batista e suas finalidades. Se houver entendimento em torno disso, as probabilidades de acerto nos demais elementos aumentam significativamente.
Se não só a Igreja é a cara de seus líderes, mas também os líderes são a cara da Igreja é fundamental que conheçamos bem nossa história, missão, visão e valores, a fim de que a liderança represente o que de melhor desejamos para o nosso futuro.

Professora que morreu ao salvar crianças em Janaúba recebe Ordem do Mérito

O presidente Michel Temer concedeu a Ordem Nacional do Mérito à professora Heley Abreu Batista, de 43 anos, que ajudou no resgate das crianças que sobreviveram ao ataque a uma creche de Janaúba (MG) nesta semana. A honraria será concedida em homenagem ao ato de heroísmo da professora, que não sobreviveu às queimaduras e morreu ao tentar salvar os alunos. 
Em nota, a Presidência da República informou que a honraria é concedida a pessoas que deram exemplos de dedicação ao país. "Este é o caso da professora Heley Batista, que sacrificou sua própria vida para salvar a vida de seus alunos, em um gesto de coragem e de heroísmo que emocionou a todos", diz a nota.
Na manhã da última quinta-feira (5), um vigia que trabalhava na creche Gente Inocente e estava de licença médica entrou no local e ateou fogo em crianças, professoras e nele mesmo.
Até o momento, foram registradas dez mortes, oito delas crianças. Também morreram a professora Heley e o vigia que ateou fogo no local.
Ainda há 25 vítimas internadas em hospitais de Janaúba, Montes Claros e Belo Horizonte.

Fonte: https://br.yahoo.com/noticias/professora-que-morreu-ao-salvar-204933590.html

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Segurança de creche põe fogo em crianças e quatro morrem em MG

JOÃO PEDRO PITOMBO
SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - O vigia de uma creche em Janaúba (557 km de Belo Horizonte) colocou fogo em crianças e em si mesmo na manhã desta quinta-feira (5).
Pelo menos quatro crianças que tinham entre 4 e 6 anos e uma professora morreram, segundo a Polícia Militar.
Corpo de Bombeiros/Divulgação
De acordo com o Corpo de Bombeiros, 26 pessoas estão feridas, nove delas em estado grave. Parte delas será transferida para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, referência no tratamento de queimados. Três aeronaves serão utilizadas no deslocamento.
Outros feridos estão sendo levados para o Hospital Regional de Janaúba em ambulâncias e outro hospital na cidade de Montes Claros. O vigia que ateou fogo ao próprio corpo, identificado como Damião Soares dos Santos, de 50 anos, e uma professora também estão entre os feridos graves.
O Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente pertence à prefeitura e fica no bairro Rio Novo. O incêndio no local já foi debelado, informa a polícia.
A Polícia Civil de Minas Gerais informa que abriu um inquérito para apurar o caso. Agentes estão na casa do suspeito e de seus familiares para levantar informações que possam ajudar a elucidar as causas do crime.
A perícia na creche já foi realizada e necropsia nos corpos das quatro crianças mortas está em andamento.
APOIO
A prefeitura da cidade mineira se manisfestou em sua página no Facebook pedindo doações de materiais hospitalares para o Hospital Regional de Janaúba e o Hospital Fundajan, que receberam parte das vítimas. Também foram solicitadas doações de roupas e água.
A prefeitura ainda pediu que as pessoas não compartilhem imagens das vítimas em respeito ao sofrimento de familiares e amigos.
O Hospital Universitário Clemente de Faria, em Montes Claros, disponibilizou 15 leitos para atender as vítimas, além de doar materiais e medicamentos para o Hospital Regional de Janaúba.
PRONUNCIAMENTO
Em visita a Belém nesta quinta, o presidente Michel Temer (PMDB) disse lamentar as mortes registradas na

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Um sinal claro de maturidade cristã

Acredito que todos nós sabemos que, como cristãos, estamos destinados a crescer e amadurecer. Nós iniciamos na fé como crianças e precisamos nos desenvolver até sermos adultos. Os autores do Novo Testamento insistem que todos nós devemos fazer esta transição, do leite para a carne, da mesa das crianças para os jantares de adulto. E apesar de estarmos cientes que devemos passar por este processo de amadurecimento, muitos de nós tendem a medir maturidade de formas erradas. Somos facilmente enganados. Eu acho que isso é especialmente verdade em uma tradição como a Reformada, que (com razão) coloca uma forte ênfase no ensino e nos fatos da fé.
Quando Paulo escreveu a Timóteo, ele fala sobre a natureza e propósito da Bíblia: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (2 Timóteo 3.16-17). A palavra perfeito está relacionada à maturidade. Paulo diz que Timóteo, e por extensão eu e você, somos incompletos, inacabados e imaturos. A Bíblia é o meio que Deus usa para nos finalizar e completar, trazendo-nos à maturidade.
Mas o que significa ser um Cristão maduro? Penso que tendemos a acreditar que os Cristãos maduros são aqueles que sabem um monte de coisas sobre a Bíblia. Cristãos maduros são aqueles que têm sua teologia de cor e salteado. Mas veja o que Paulo diz: “A fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”. Paulo não diz: “A fim de que o homem de Deus seja perfeito e conhecedor da Bíblia de trás para frente”, ou “Afim de que o homem de Deus seja perfeito e capaz de explicar e definir o supralapsarianismo versus o infralapsarianismo.” Ele não diz: “Afim de que o homem de Deus seja perfeito e capaz de prover um esboço estruturado de cada uma das epístolas de Paulo.” Todas essas coisas são boas, mas elas não são a ênfase de Paulo. Elas podem ser sinais de maturidade, mas também podem mascarar imaturidade.
Quando Paulo fala sobre perfeição e maturidade, ele aponta para ações, para atitudes, para “toda boa obra”. A Bíblia tem o poder de nos amadurecer, e conforme nos comprometemos a leitura, compreensão e obediência, necessariamente crescemos na fé. Essa maturidade é mais evidenciada nas boas obras que fazemos do que no conhecimento que recitamos. E isso é exatamente o que Deus quer de nós – que sejamos maduros e benfeitores amadurecidos que se deleitam em fazer o bem para os outros. Essa ênfase em boas obras é um tema significante no Novo Testamento (veja Efésios 2.10, Tito 2.14, etc) e a própria razão pela qual Deus nos salvou.
Isso significa que maturidade espiritual é melhor evidenciada em atos do que em fatos. Você pode saber tudo que existe sobre teologia, você pode ser uma teologia sistemática ambulante, você pode gastar uma vida inteira ensinando outros em um seminário, e mesmo assim ser completamente imaturo. Você irá permanecer sendo imaturo se aquele conhecimento que você acumulou não te motiva a fazer o bem para os outros. Os Cristão maduros são aqueles que glorificam à Deus fazendo o bem para os outros, que externalizam seu conhecimento em boas obras.
É claro que fatos e ações tem relação entre si, de modo que isto não é um apelo para negligenciar a leitura, o estudo e o entendimento da Bíblia. De modo nenhum! Quanto mais você conhece da Bíblia, mais você pode ensinar, reprovar, corrigir e treinar a si mesmo de uma forma que modele suas ações a te incentivar a fazer as melhores obras da melhor forma pela melhor razão. Mais conhecimento de Deus através de sua Palavra deveria conduzir a um maior e melhor serviço aos outros.
Mas, no fim das contas, Cristo viveu e morreu para “remir-nos de toda iniquidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras” (Tito 2.14). Conhecimento de Deus e sua Palavra é bom. Conhecimento de Deus e sua Palavra manifestado externamente, fazendo aquilo que beneficie outros – não há nada que glorifique mais a Deus que isso.
Fonte: reforma21.org
Fonte: http://palavraprudente.com.br/vida-crista/um-sinal-claro-de-maturidade-crista/

MINI P70 EM CURRAL DE DENTRO - 17/11/12

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PROJETO APASCENTAR - DISTRIBUIÇÃO DE REVISTA

19º ENCONTRO DE PASTORES - IBIASSUCÊ - BA - 05-09/12

5º ANIVERSÁRIO DA UNIÃO DE JOVENS DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO - 2012

FAÇA PARTE DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO VOCÊ TAMBÉM

Uploaded with ImageShack.us

P70 22-25 / 2012 - EM NINHEIRA

ACAMPAMENTO DE INVERNO 22-25 DE JUNHO DE 2012

POSTE LINK DO BLOG NO TWITTER

COMENTE EM MEU TWITTER USANDO O LINK ABAIXO