sábado, 31 de março de 2012

MARCELO FILHO CANTANDO

 Você colhe o que planta...!!!

Certa manhã, uma mulher bem-vestida parou em frente de um homem sem-teto,
que olhou para cima lentamente ... e reparou que a mulher que parecia
acostumada com as coisas boas da vida. O casaco era novo.Parecia que ela
nunca tinha perdido uma refeição em sua vida. Seu primeiro pensamento foi:
"Só quer tirar sarro de mim, como tantos outros fizeram ....”

"Por favor, Deixe-me sozinho!” Resmungou o homem... Para sua surpresa, a
mulher continuou de pé. Ela estava sorrindo, seus dentes brancos exibidos em
linhas deslumbrantes.

"Você está com fome?" , perguntou ela. "Não", respondeu sarcasticamente.
"Acabei de voltar do jantar com o presidente .... Agora vá embora."

Sorriso da mulher se tornou ainda mais amplo.

De repente, o homem sentiu uma mão suave debaixo do braço. "O que você está
fazendo, senhora?" , Perguntou o homem irritado. "Disse para deixar-me
sozinho!"

Neste momento um policial chegou. "Existe algum problema, senhora?"
Perguntou ele...

"Não tem problema aqui, Policial”, a mulher disse... "Eu só estou tentando
ajudá-lo a ficar de pé ...” “Pode me ajudar?” O policial coçou a cabeça.
"Sim, o velho João é um estorvo por aqui há anos”. “O que você quer com
ele?" Perguntou o policial...

"Ve o restaurante ali?" , Perguntou ela. "Eu vou dar-lhe algo para comer e
tirá-lo do frio por um tempo."

"Você, senhora, está louca?" O homem sem-teto resistiu. "Eu não quero ir
para lá!” Então sentiu mãos fortes segurando braços e levantá-lo. "Deixe-me
ir, eu não fiz nada oficial ..."

"Não vê, esta é uma boa oportunidade para você", o oficial sussurrou em seu
ouvido. Finalmente, e com alguma dificuldade, a mulher e o oficial levam
João para o restaurante e o sentam em uma mesa em um canto do refeitório.
Era quase quatorze horas, a maioria das pessoas já tinha comido o almoço e
para jantar o grupo ainda não tinha chegado ....

O gerente do restaurante veio a eles e perguntou. "O que está acontecendo
aqui, oficial? — O que é isso? — E este homem está em apuros?" "Esta
senhora trouxe-o aqui para comer alguma coisa", respondeu o oficial.

"Oh! não, não aqui!" o gerente respondeu com raiva. "Ter uma pessoa como
essa aqui é ruim para os negócios!”

O velho João sorriu com poucos dentes. "Senhora, eu lhe disse. Agora, você
vai me deixar ir?. Eu não queria vir aqui desde o início." A mulher foi até
o gerente de lanchonete e sorriu .. "O senhor está familiarizado com Harris
& Associates?, empresa que fica a duas ruas daqui?

"Claro que eu sei", respondeu o gerente impaciente. "Eles fazem as suas
reuniões semanais aqui e jantam no meu restaurante".

"E você ganha um monte de dinheiro fornecendo alimentos para essas reuniões
semanais?" Perguntou a Sra...

"E o que importa para você?” — perguntou o gerente impaciente.

“Eu, senhor, sou Penelope Hernandez, presidente e proprietária da empresa. "
— disse ela.

"Oh desculpe!” — disse o gerente...

A mulher sorriu de novo... "Eu pensei que isso poderia fazer a diferença no
seu tratamento." Ela disse ao policial, que se esforçou para conter uma
risada.

"Gostaria de fazer-nos uma xícara de café ou talvez uma refeição, policial?"
"Não, obrigado, senhora", respondeu esse. "Estou de plantão".

"Então, talvez, uma xícara de café para ir?" — disse ela.

"Sim, senhora. Isso seria melhor." — respondeu o policial.

O gerente do restaurante virou nos calcanhares como se recebesse uma ordem.

"Vou trazer o café para o policial imediatamente Senhora"

O policial observou-a de pé. E falou: "Certamente colocou no lugar", disse
ele.

"Essa não foi minha intenção", disse a Sra. “...Acredite ou não, eu tenho
uma boa razão para tudo isso. "

Ele se sentou na mesa em frente ao seu convidado para jantar. Ela olhou para
ele ... "João, você se lembra de mim?"

O velho João olhou para seu rosto, no rosto dela, com seus olhos remelentos
"Eu acho que sim - quero dizer, acho que é familiar."

"Olha João, talvez eu seja um pouco maior, mas olha-me bem," disse a Sra. ..
"Talvez eu esteja mais gordinha agora ... mas quando trabalhava aqui há
muitos anos atrás eu vim aqui uma vez, e por esta mesma porta entrei,
morrendo de fome e frio." — Algumas lágrimas caíram por suas bochechas ..

"Senhora?" disse o policial, eu não podia acreditar no que estava
presenciando, mesmo pensando que como uma mulher como esta poderia ter
passado fome.

"Eu tinha acabado de me formar na faculdade em minha cidade natal", disse a
mulher. . "e vim para a cidade à procura de um emprego, mas não consegui
encontrar nada...” Com a voz quebrantada a mulher continuou: “Quando eu
tinha meus últimos centavos e entreguei meu apartamento, andava pelas ruas,
sem ter onde morar, e foi em julho, estava frio e, quase morrendo de fome,
quando vi este lugar e entrei, pensando numa pequena chance para conseguir
algo para comer”. Com lágrimas nos olhos, a mulher continuou falando
...“João me recebeu com um sorriso.

“Agora eu me lembro", disse John. "Eu estava atrás do balcão de serviço. Ele
se aproximou e perguntou se poderia trabalhar para comer alguma coisa."

"Você me disse que era contra a política da empresa." A mulher continuou..
"Então, você me fez o maior sanduíche de rosbife que já vi ... deu-me uma
xícara de café, e fui para um canto para apreciar a minha refeição. Eu
estava com medo que você se metesse em encrencas. Então eu olhei e vi você
colocar o valor dos alimentos no caixa. Eu sabia que tudo ficaria bem. "

"Então você começou seu próprio negócio?" disse o velho João.

"Sim encontrei um trabalho naquela mesma tarde. Eu trabalhei muito duro, e
eu subi com a ajuda do meu Deus Pai. Tempos depois eu comecei meu próprio
negócio, com a ajuda de Deus, ele prosperou .." Ela abriu sua bolsa e tirou
um cartão. "Quando terminar aqui, eu quero que você faça uma visita ao Sr.
Martinez. Ele é o diretor de pessoal da minha empresa e vai encontrar algo
para você fazer nela.”
Ela sorriu. "Eu poderia até adiantar-lhe algo, o suficiente para que você
possa comprar algumas roupas e arrumar um lugar para viver até se recuperar.
Se você precisar de alguma coisa, minha porta está sempre aberta para você
João."

Havia lágrimas nos olhos do idoso. "Como eu posso agradece-la”, ele
perguntou. "Não me agradeça" ela respondeu. "Deus da-lhe glória. Ele me
trouxe para você."

Fora do restaurante, o policial e a mulher pararam e antes de ir embora ela
disse: "Obrigado por toda sua ajuda!”. Em vez disso, o oficial disse:
"Obrigado eu, que vi um milagre hoje, algo que eu nunca vou esquecer. E ....
E obrigado pelo café. ".....

Que Deus te abençoe sempre e não se esqueça que quando jogamos pão sobre as
águas, você nunca sabe quando ele será devolvido para você ... Deus é tão
grande que pode cobrir o mundo com amor e tão pequeno para entrar em seu
coração.

Quando Deus te leva à beira do precipício, confie nele completamente e
deixe-se levar. Apenas uma outra coisa vai acontecer, ou ele segura quando
você cair, ou vai te ensinar a voar!

O poder de uma frase! Deus vai mudar as coisas agora e vai colocar tudo em
seu favor.
Quando Deus fecha portas ninguém pode abrir e quando Deus abre portas
ninguém pode fechar .. Se você precisa de Deus para abrir uma porta para
você .... CONFIE NELE !

E lembre-se de ser uma bênção para os outros

                                                                                              
                                                                                              fonte:email enviado pr Lucy
 

sexta-feira, 30 de março de 2012

Como Fazer a Minha Igreja Crescer – Passo a Passo


Pr. Valdemir Sarmento de Almeida
Este sempre foi desejo de todo líder espiritual! Ver a sua Igreja crescer. Há uma necessidade em crescimento que tem levado muitos líderes a perder o sono. A sociedade evangélica cobra de suas próprias comunidades o crescimento como se realmente o número fosse resultado da Presença do Senhor.
O crescimento tem sido o objetivo de muita gente, talvez até mesmo o seu (por isso chegou até aqui), mas não se condene por isso! Somos apenas fruto do meio em que fomos formados.
É passado a idéia de que gente chama gente! Alguns líderes tem o desejo do crescimento por achar que dessa maneira estarão esvaziando o inferno, outros acham que o número torna as reuniões mais “avivadas”, há quem goste do saldo financeiro dos dízimos e ofertas recolhidos, por acharem que quanto mais dinheiro, mais condições terão de crescimento. Enfim, motivos não faltam.
Tem me incomodado a idéia de que isso tem tirado o sono de muita gente por se tornar o alvo número 1.
Temos que parar com isto agora!!!
Yeshua nunca esteve focado no crescimento, pelo contrário, Ele tinha compromisso com a verdade.
Ele chegou em um momento em seu ministério que qualquer pastor diria que era o fim, quando após a sua mensagem, todos os que o ouviam viraram as costas para por causa da dureza de seu discurso, ficando apenas Ele e seus discípulos. Talvez se fosse um de nós, voltaria atrás deles e tentasse amenizar seu discurso com o fim de tentar “edificar” a multidão, mas Yeshua, em momento algum voltou atrás. Pelo contrário, chegou para os seus discípulos e disse que se quissessem, poderiam voltar junto com a multidão. Mas seus discípulos não quiseram por discernirem que embora o Seu discurso fosse duro, somente Ele tinha as Palavras de Vida Eterna.
Acredito que se Yeshua fosse pastor de uma Igreja no Brasil, provavelmente o encontraríamos pastoreando uma pequena comunidade, que não seria evangélica. Porque Yeshua não se adequaria à realidade evangélica atual. Alías, Ele era judeu e rabino. Mas também não se adequaria ao judaísmo atual. Hoje, muitos daqueles que se dizem judeus crentes em Yeshua tem mais preocupação em restaurar o judaísmo do que as pessoas.
Para onde iremos nós?
Esta foi a pergunta dos discípulos!
A multidão não efetuou esta pergunta por ter em mente para onde voltar. Mas os discípulos estavam experimentando a Palavra Viva, a própria Torah. Ele era a exata expressão do Pai! Para onde ir?
Talvez não nos atráia muito o discurso da Verdade, porque ela exige transformação de fé! Mas no fundo, sabemos que é a Verdade.
O Crescimento nunca foi e nem pode ser objetivo de ninguém! Eu não fiz filhos para que cresçam, mas os fiz para que manifestem a Vida de D’us. O crescimento é real!  A cada dia os vejo crescendo e acredito que em breve me ultrapassarão, mas não os trouxe à existencia com a preocupação de sua estatura, porque sei que o seu crescimento acontecerá!
Se eles não crescessem, era porque havia algo de errado. Assim é com a comunidade dos santos. A cada dia o Senhor Acrescentará! Se isto não acontece! É porque há doença!
E é neste momento que temos que tirar o foco do crescimento para curar a doença, pois se a doença não for tratada, não há possibilidade de crescimento, por mais que tentemos.
Poderemos até levar a crescimento por determinado tempo, mas não um crescimento substâncial.
Então, o melhor caminho para fazer a minha Igreja crescer é impedir as técnicas pessoais e deixando que o Espírito do Senhor faça a Sua função!
Quando não atrapalharmos mais o Espírito de D’us, teremos o maior crescimento da História da Humanidade como comunidade.

 fonte: http://pastorvaldemirsarmento.wordpress.com

MARISA LOBO - FALA DO PROCESSO ÉTICO - CFP- PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA , PREC...

Psicóloga cristã Marisa Lobo pode ser punida por falar de Deus nas redes sociais

No último dia 20 de Março, a psicóloga Marisa Lobo recebeu uma notificação do Conselho Regional de Psicologia (CRP) comunicando que um processo disciplinar foi instaurado contra ela. O motivo: se negar a retirar de suas redes sociais frases que falem de Deus, pois (de acordo com o CRP) esta prática religiosa viola um princípio do código de ética da profissão.

Uma das acusações atribuídas a psicóloga cristã é de utilizar a bíblia como ferramenta didática na orientação psicológica, o que é contundentemente negado por ela. “A questão é cadê a prova que uso religião no meu consultório? É perseguição!”, protestou Marisa em seu Twitter.
A todo instante a psicóloga se mostrou inconformada por ser alvo de uma investigação que, segundo ela, não passa de uma perseguição religiosa para tentar neutralizar o crescimento dos evangélicos nas diferentes esferas sociais.
Um dos argumentos utilizados contra ela é o fato da mesma ter um site chamado “PSICOLOGIA CRISTÔ, o que poderia caracterizar a inserção de valores religiosos na prática profissional. Mas a questão é muito mais complexa, pois “há mais de 30 anos existem práticas espíritas inseridas no tratamento psicológico, como o trabalho de regressão” (adotado pelo espiristismo), de acordo com Marisa Lobo.
Entenda melhor o caso; assista ao vídeo com o desabafo da psicóloga cristã:

Marisa Lobo fala do processo ético, perseguição religiosa e preconceito

Fonte: Verdade Gospel | Divulgação: Midia Gospel

quinta-feira, 29 de março de 2012

MINEIRO não mente... Só é criativo...
http://perottoni.com.br/fotos.4.gif
Um mineiro, lá de Curvelo, tinha 12 filhos, precisava sair da casa onde morava e alugar outra, mas não conseguia por causa do monte de crianças.
Quando ele dizia que tinha 12 filhos, ninguém queria alugar porque sabiam que a criançada irá destruir a casa e ele não podia dizer que não tinha filhos, não podia mentir, afinal, os mineiros não podem mentir.
Ele estava ficando desesperado, o prazo para se mudar estava se esgotando.
Daí teve uma idéia: mandou a mulher ir passear no cemitério com 11 dos filhos.
Pegou o filho que sobrou e foi ver casas junto com o agente da imobiliária. Gostou de uma e o agente perguntou quantos filhos ele tinha.
Ele respondeu que tinha 12.
Daí, o agente perguntou:
- Mas onde estão os outros?
E ele respondeu, com um ar muito triste:
- Estão no cemitério, junto com a mamãe deles.
E foi assim que ele conseguiu alugar uma casa sem mentir...
A inteligência faz a diferença. Não é necessário mentir, basta escolher as palavras certas.

email enviado por Lucy


Cerca de 75% dos brasileiros jamais pisaram em uma biblioteca, diz estudo

O desempregado gaúcho Rodrigo Soares tem 31 anos e nunca foi a uma biblioteca. Na tarde de ontem, ele lia uma revista na porta da Biblioteca São Paulo, zona norte da cidade. 'A correria acaba nos forçando a esquecer essas coisas.' E Soares não está sozinho. Cerca de 75% da população brasileira jamais pisou numa biblioteca - apesar de quase o mesmo porcentual (71%) afirmar saber da existência de uma biblioteca pública em sua cidade e ter fácil acesso a ela.

Vão à biblioteca frequentemente apenas 8% dos brasileiros, enquanto 17% o fazem de vez em quando. Além disso, o uso frequente desse espaço caiu de 11% para 7% entre 2007 e 2011. A maioria (55%) dos frequentadores é do sexo masculino.

Os dados fazem parte da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, do Instituto Pró-Livro (IPL), o mais completo estudo sobre comportamento leitor. O Estado teve acesso com exclusividade a parte do levantamento, cuja íntegra será divulgada hoje em Brasília.

Para a presidente do IPL, Karine Pansa, os dados colhidos pelo Ibope Inteligência mostram que o desafio, em geral, não é mais possibilitar o acesso ao equipamento, mas fazer com que as pessoas o utilizem. 'O maior desafio é transformar as bibliotecas em locais agradáveis, onde as pessoas gostam de estar, com prazer. Não só para estudar.'

A preocupação de Karine faz todo sentido quando se joga uma luz sobre os dados. Ao serem questionados sobre o que a biblioteca representa, 71% dos participantes responderam que o local é 'para estudar'. Em segundo lugar aparece 'um lugar para pesquisa', seguido de 'lugar para estudantes'. Só 16% disseram que a biblioteca existe 'para emprestar livros de literatura'. 'Um lugar para lazer' aparece com 12% de respostas.

Perfil. A maioria das pessoas que frequentam uma biblioteca está na vida escolar - 64% dos entrevistados usam bibliotecas de escolas ou faculdades. Dados sobre a faixa etária (mais informações nesta página) mostram que, em geral, as pessoas as utilizam nessa fase e vão abandonando esse costume ao longo da vida.

A gestora ambiental Andrea Marin, de 39 anos, gosta de livros e lê com frequência. Mas não vai a uma biblioteca desde que saiu dos bancos escolares. 'A imagem que tenho é de que se trata de um lugar de pesquisa. E para pesquisar eu sempre recorro à internet', disse Andrea.

Enquanto folheava uma obra na Livraria Cultura do Shopping Bourbon, na Pompeia, zona oeste, diz que prefere as livrarias. Interessada em moda, ela procurava livros que pudessem ajudá-la com o assunto. 'Nem pensei em procurar uma biblioteca. Nas livrarias há muita coisa, café, facilidades. E a biblioteca, onde ela está?', questiona. Dez minutos depois, passa no caixa e paga R$ 150 por dois livros.

O estudante universitário Eduardo Vieira, de 23 anos, também não se lembra da última vez que foi a uma biblioteca. 'Moro em Diadema e lá tem muita biblioteca. A livraria acaba mais atualizada', diz ele, que revela ler só obras cristãs. 'Acho que nem tem esse tipo de livro nas bibliotecas.'
estadao.com.br
Deficiente visual é o maior usuário das bibliotecas em SP

Sérgio Luiz Florindo, de 51 anos, já pegou de empréstimo 533 livros na Biblioteca São Paulo, zona norte da capital. É o associado que mais obras leu nos dois anos do equipamento. 'Os livros me levaram a lugares que eu nem imaginava existir', diz ele, que é deficiente visual de nascença.

Mantida pela Secretaria de Estado da Cultura, a Biblioteca SP tem um grande acervo de audiolivros - além de filmes, CDs, gibis, jogos, computadores com acesso à internet e até os tradicionais livros em papel. Levado pela filha Larissa, de 25 anos, Florindo descobriu o mundo dos audiolivros. Além dos autores favoritos, já tem até sua lista de melhores narradores - Drauzio de Oliveira é o primeiro, seguido de Carlos Campanelli.

Florindo se tornou um devorador de obras. No áudio do DVD da sua casa, chega a ouvir três livros em um dia. A biblioteca permite que ele pegue dez obras de cada vez, ele nunca pega menos que isso. 'O cego constrói a imagem na mente e o escritor faz isso pra ele. Descreve a fisionomia, o lugar, fornece a imagem e eu vou construindo', conta ele.

A primeira obra que pegou foi Brumas de Avalon (de Marion Zimmer Bradley). Acabou com os quatro volumes em dois dias. Só falta O inferno para que termine a Divina Comédia, de Dante Alighieri. Mas seus livros prediletos são: Dom Quixote, de Cervantes, e toda obra de Jorge Amado.

O entusiasmo de Florindo com os livros deve-se muito pela segregação a que foi submetido a vida toda. Nunca aprendeu a ler em braile. Estudou praticamente todo o ensino fundamental omitindo à escola que era deficiente visual. Contava com a ajuda de colegas. No ensino médio, um professor entendeu que sua deficiência traria problemas à classe e ele teve de abandonar a escola. 'Ficava muito sozinho, só um amigo peruano que me ajudava mesmo. Graças a ele, eu até dirigi um carro uma vez.'

Aos 21 anos, trabalhou por um tempo no estoque de uma perfumaria. Com ajuda do irmão, o chefe também não sabia que ele era deficiente. Após a descoberta, teve de sair. Foi seu único emprego.

Casou, teve uma filha. Quando Larissa tinha 10 anos, a mãe sumiu. Florindo cuidou da filha, ajudou-a com as lições da escola. Ainda hoje Florindo mora em com a mãe.

'Eu fiquei por anos sem fazer nada em casa. Às vezes cansa não enxergar porque a gente perde muita coisa. Para mim, os livros foram a fuga', diz. Florindo também gosta de cinema e tem sua musas preferidas, a partir das descrições de amigos. 'Minha preferida é a Kim Basinger. Porque é loira e tem olhos claros', diz ele. 'Sou cego mas não sou bobo.'

Por Edison Veiga e Paulo Sandaña - O Estado de S. Paulo, estadao.com.br

quarta-feira, 28 de março de 2012

UM EXCELENTE TEXTO PARA TORNAR UM CASAMENTO FELIZ.
 
                                                                                           Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho.
Mantendo um casamento
 
Hoje não esta fácil manter um casamento.. mesmo na igreja...
Temos que ter o cuidado tanto casados como solteiros... prestem atenção..
 
Proteja Seu Casamento
 
Muitas vezes um casamento vai bem, e acaba abalado por causa de um relacionamento inesperado com uma terceira pessoa. Começa de maneira inocente e agradável, torna-se cada vez mais envolvente. Por fim, traz complicações e desgraças para muita gente. Não foi um acidente ou ''um grande amor que surgiu''. Foi um relacionamento do qual o casamento deveria ter sido protegido. Não seja ingênuo pensando que isto só acontece com os outros. Muita gente boa já caiu exatamente por ser ingênua assim. Lembre-se de I Coríntios 10.12: "Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia". Por isso, proteja eu casamento... Eis algumas dicas:
 
 
1-    Tenha bom senso com suas companhias
 
Evite gastar tempo desnecessário com alguém do sexo oposto. Muitos casos surgem por não se agir assim. Um executivo precisa de aulas particulares de inglês e contrata uma jovem professora. Contrate um homem. Não significa que cada contato com alguém do sexo oposto seja porta para o adultério. Significa evitar oportunidades para cair. Companhia contínua cria intimidade. Intimidade com o sexo oposto traz problemas.
 
2-    Tome cuidado com as confidência
 
A pessoa mais íntima de alguém deve ser seu cônjuge. Segundo a Bíblia, são “uma só carne”, isto é, uma só pessoa. Se há aspectos de seu relacionamento que você não pode compartilhar com esposo(a) e compartilha com alguém do sexo oposto, a coisa está ruim. As pessoas tendem a se solidarizar com quem sofre e a proximidade emocional se torna perigosa. Um homem que se queixa de sua esposa para outra mulher está traçando um caminho perigoso. Isto vale para quem faz e para quem ouve confidências.
 
3-    Evite momentos a sós
 
Decida não ter momentos privados com alguém do sexo oposto. Se um(a) colega de trabalho pedir para ter um almoço com você, convide uma terceira pessoa. Se necessário, não se constranja em compartilhar os limites que você e seu cônjuge concordaram ter no seu casamento. É melhor ser visto como rude que vir a cair em pecado.
 
4-    Vigie seus pensamentos
 
Cuidado com o que pensa. Se você só se detém nos defeitos de seu cônjuge, qualquer outro homem ou mulher parecerá melhor. Faça uma lista das coisas que inicialmente lhe atraíram em seu cônjuge. Aumente o positivo e diminua o negativo. Evite filmes, conversas, sites e literatura que apologizam o adultério. Lembre de Colossenses 3.2: "Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra".
 
5-    Evite comparações
 
Um homem trabalha com uma mulher perfumada, maquiada, bem vestida. Em casa encontra a esposa, com criança no colo, cabelo desfeito, banho por tomar. Uma mulher encontra um homem compreensivo com quem pode se abrir, e se sente mais à vontade com ele do que com o esposo. Ignoraram situações e contextos diferentes. Foram iludidos pelo irreal. Lembre-se do pródigo: o mundo lhe era fascinante, mas terminou num chiqueiro. As aparências iludem, porque o mundo em que vivemos em casa é o real. O mundo de relacionamentos fora de casa é sempre artificial.
 
6-    Evite a síndrome do retorno
 
 
É a ideia de que a vida sentimental e sexual caiu na rotina, e agora, a pessoa “renasceu”. Já vi inúmeros casos assim: “Eu renasci”, ou “Eu me senti jovem de novo”. Não banque o adolescente. Você é um adulto com responsabilidades e com uma pessoa com quem partilha a vida. Construa sua vida com seu cônjuge. Se sua vida conjugal se “fossilizou”, há outros caminhos. Revigore-a com seu cônjuge. Há pessoas que sempre se fossilizam e pulam de relacionamento em relacionamento, procurando o que não produzem. Temos o que produzimos.
 
7-    Ponha seu coração no seu lar
 
A solidez do casamento vem pelo tempo que os cônjuges gastam juntos.  Conversas, risos, passeios, programas comuns. Se você não sai com seu cônjuge, marque datas para os próximos meses. Vocês devem ter um ao outro como o melhor companheiro. Mantenham o clima de namoro: querer estar junto com a pessoa. Orem juntos. Dificilmente duas pessoas que oram juntas brigarão entre si. Sejam parceiros espirituais.
 
8-    Invista em seu cônjuge
 
O marido da mulher virtuosa é conhecido quando se levanta em público (Pv 31.23). A ideia é que ele está bem vestido e vê o caráter dela pela roupa dele. Uma boa esposa é um bom tesouro (Pv 18.22). De bom tesouro cuida-se e evita-se perdê-lo. Marido: mulher bem tratada é um grande investimento; o retorno emocional é garantido. Mulher: marido bem tratado é um grande investimento; o retorno emocional é garantido.
 
9-    Busque ajuda
 
Havendo problemas, busque ajuda. Primeiro em Deus. Lembre-se de Tiago 1.5. ("Se porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida").  Busque orientação de pessoas mais experientes ou de seu pastor. Evite que o problema se avolume. Evite conselhos de gente que não tem o que dizer. Os amigos de Roboão lhe deram maus conselhos (1Rs 12.6-12). Nesta busca de ajuda, evite por mais lenha na fogueira. Evite também raiz de amargura (Hb 12.15). Busque ajuda e não um juiz a seu favor.
 
Conclusão
 
 
Bons casamentos não acontecem por acaso. São produto de muito trabalho e da graça de Deus. Boa parte do trabalho é investimento emocional no relacionamento conjugal. “Vender a alma” para o cônjuge. Mas investir sem proteger é problemático. É preciso levantar cercas contra os problemas externos, porque os internos são mais vistos e os dois os vivenciam. Não permita brechas. Não dê armas ao inimigo.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Estudante de 22 anos é o mais novo procurador do Rio

Victor Willcox Rosa, de 22 anos, é o mais novo procurador nomeado da história da Procuradoria Geral do Município (PGM) do Rio de Janeiro. Ele se formou em 2010, quando começou a se dedicar ao concurso para a procuradoria. Passou em 15º lugar e foi o último a ser nomeado dos 35 candidatos aprovados.
A cerimônia de posse foi no dia 15 de março. O salário inicial de um procurados é de R$ 14.000.
Sua aprovação num concurso tão difícil tem provocado curiosidade nos meios jurídicos e forenses. Seu primeiro trabalho na PGM será proferir, junto com os demais aprovados, uma palestra para uma turma de jovens residentes.
Apesar da pouca idade Vitor sempre soube o que queria. “Cheguei a estagiar em outra área, mas, quando me formei, só pensei em estudar muito para poder ser procurador, não me imagino fazendo outra coisa”, afirma o jovem.
A Procuradoria Geral do Município é o órgão gestor do Sistema Jurídico Municipal, responsável pela defesa judicial e extrajudicial do Rio e pela consultoria jurídica dos órgãos municipais, bem como pela inscrição e cobrança da dívida ativa municipal.
Fonte: Verdade Gospel | Divulgação: Midia Gospel

Whitney Houston morreu afogada após consumir cocaína

A cantora Whitney Houston tinha cocaína no sangue quando foi encontrada morta após um afogamento acidental, de acordo com resultados da necropsia da polícia de Los Angeles. As informações foram divulgadas pelo site TMZ.
Os investigadores acabam de divulgar que a cantora morreu após um afogamento acidental, mas o uso de cocaína, seguido por um ataque cardíaco, teria feito com que Houston perdesse os sentidos e se afogasse na banheira do hotel onde se hospedava.
A cantora já tinha problemas cardíacos e o ataque no coração teria sido resultado do consumo da droga. Ela foi encontrada morta na banheira de seu quarto de hotel, em Los Angeles, no dia 11 de fevereiro, aos 48 anos.
Celebrada como “a garota de ouro” da indústria musical entre as décadas de 1980 e 1990, a carreira de Houston andava ofuscada por problemas com drogas, bebida e violência doméstica.
Fonte: Verdade Gospel | Divulgação: Midia Gospel

quinta-feira, 22 de março de 2012

Falecimento Nossa irmã Rosilene Nazar faleceu esta manhã.

Irmãos, Pastores e líderes
Com  coração entristecido, mas submissos a  vontade de Deus, comunicamos o falecimento da irmã Rosilene Estevan Nazar, Coordenadora do Comitê de Ação Social da Convenção Batista Mineira.
O velorio será na Igreja Batista do Barro Preto - Av. Augusto de Lima, 1962  Barro Preto   BHZ     31 3295 1744 á partir da 18hs.
Dois cultos fúnebres serão  realizados, um hoje, quinta feira  22 de março as 20:00  e outro amanhã 23 de março as 10hs
O enterro será no Parque Renascer.
Autor: Diretor Executivo CBM
José Renê Toledo

quarta-feira, 21 de março de 2012


"ARAUTOS DO REI” COMEMOROU 50 ANOS"
Aconteceu No Ginásio do Ibirapuera no sábado 10/03 às 19h
Por: Repórter Getúlio Camargo

 ARAUTOS DO REI: 50 ANOS 
Fotos Getúlio Camargo

Por: Redação Creio