quinta-feira, 31 de março de 2011

TEMA- As Conseqüências de Quem Desobedece a Deus

TEXTO- JONAS 1:1-17
Tema do livro: A salvação é para todos
AUTOR: Desconhecido (conjectura Jonas)
Tema do capitulo: As conseqüências de quem desobedece a Deus
1)O Senhor fala com Jonas
V1-2
Nínive era a capital do império Assírio
E ali habitava um povo cruel, com as práticas mais desumanas que podemos imaginar.
Um povo que tinha coragem de tirar a pele do ser - humano ainda em vida, e colocava espichada no lado de fora o muro para intimidar os adversários.
Deus não suportava mais ver tanta crueldade no meio daquele povo.
Então convoca Jonas para ir até lá, e falar contra aquelas práticas.
Jonas que conhecia aquele povo sabia do que era capaz de fazer, e que era ameaça para Israel, não queria que se convertesse que fosse transformado. Além de não saber quel seria a reação, ao vê-lo
Jonas esqueceu de que era o Deus de Israel que o estava mandando.
V3
V4-8 Deus tenta mostrar para Jonas que ele estava fora de sua vontade
V4
Manda uma forte tempestade sobre o mar, o navio estava quase espedaçando, os marinheiros estavam com medo, clamavam cada um aos seus deuses, lançavam a carga do navio ao mar, a viagem estava um caos total.
E Jonas dormindo tranquilamente no porão do navio.
Ele sabia que estava fora do propósito de Deus, que estava desobedecendo, porem não sentia nenhum pesar, nenhum remorso.
V6
V7-8
Quem és tu? As coisas estavam normais até você chegar, o mar mostrava propicio para viagem.
Mas com você no navio nos sobreveio uma tempestade, o navio estava para ser destruído e você dormindo, lança sorte e cai sobre você.
V8
Quem és tu?
V9-12 Jonas reconhece a sua falha e a soberania de deus
Eu sou o culpado, sou responsável por tudo isso que está acontecendo.
Estou fora da vontade de Deus, e vocês não podem pagar pelos meus erros, mereço a morte, lancem-me ao mar.
V12-13
Os marinheiros tentaram salvá-lo, mais não teve jeito, Deus estava lapidando Jonas para que aprendesse a confiar Nele.
v14-16
Os marinheiros viram que não tinha jeito, clamaram ao senhor, para que não os tivessem como culpados pela morte de Jonas e o lançou no mar
v17
Vemos a providencia de Deus.
*O mundo está passando por um caos, droga, prostituição, desconstituição da família, pessoas morrendo sem ter Cristo como Salvador, Deus está nos conclamando a clamar contra essas coisas, e muitos crentes estão dormindo.
As pessoas estão perguntando o que está acontecendo com vocês? Clame ao seu Deus, só Ele pode nos ajudar.
E deus está nos dizendo, clame contra as praticas desse mundo.
E se nós omitirmos a essa ordem de Deus, iremos pagar as conseqüências.
PR. MARCELO QUADROS

quarta-feira, 30 de março de 2011

VISITA NA ZONA RURAL

TEMA- PAULO ANIMA TEMOTÉO A CONTINUAR PREGANDO A PALAVRA DE DEUS

Tema - 2º Timóteo 2: 1-7
Paulo estava preso em Roma, e sentia que iria ser morto. E como muitos dos que abitavam na Ásia comercaram abandoná-lo, ele temeu que Timóteo que era o mais preparado para continuar seu trabalho fosse intimidado pela situação, e o abandonasse também, então escreveu essa carta com o intuito de animá-lo.
Paulo estava preso, e tinha sido abandonado por todos os da Ásia.
E Como Timóteo provavelmente era o mais preparado para manter o vigor do trabalho do apóstolo, ele ficou um tanto quanto preocupado com Timóteo.
Então escreveu com o intuito de mantê-lo animado apesar da situação de abandono e prisão.
V1- Ele diz fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus.
Praticamente o mesmo conselho dado a Josué.
Js 1:6,7,9.
Paulo estava dizendo não olhe para minha situação, o que estou passando, o que estou vivendo. Olhe para Cristo Jesus e sua graça.
Ele queria inculcar, calar, na mente de Timóteo que o motivo para a continuidade do anuncio do evangelho era Cristo.
V2- ele pede a Timóteo para que faça discípulos, isso mostra que Paulo queria criar uma rede de anunciantes do Evangelho, e que o mesmo chegasse até os confins da terra, isso fazia parte de sua visão missionária empreendedora.
V3- bom soldado
Naõ faça como os da Ásia, que me abandonaram, como um bom soldado que não abandona o seu colega ferido em meio a uma batalha, seja assim também para com os meus sofrimentos. Um bom soldado de Cristo, aquele que luta pelas coisas espirituais.
V4- Procure dedicar seu tempo exclusivamente para a obra de Deus, não se envolva com os negócios dessa vida, pois elas podem retardar o anuncio do Evangelho. E como um soldado em serviço procure satisfazer aquele que o arregimentou.
5- faça tudo conforme estou te instruindo.
V6,7- e não fique preocupado, pois o Senhor te dará compreensão em todas as coisas. 
PR. MARCELO QUADROS

PROJETO APASCENTAR NA ESCOLA IBC SJP

terça-feira, 29 de março de 2011

                                    CURSO TNT EM JANAÚBA, PASTORES PRESENTES

Universidade Mackenzie: Em Defesa da Liberdade de Expressão Religiosa

A Universidade Presbiteriana Mackenzie vem recebendo ataques e críticas por um texto alegadamente “homofóbico” veiculado em seu site desde 2007. Nós, de várias denominações cristãs, vimos prestar solidariedade à instituição. Nós nos levantamos contra o uso indiscriminado do termo “homofobia”, que pretende aplicar-se tanto a assassinos, agressores e discriminadores de homossexuais quanto a líderes religiosos cristãos que, à luz da Escritura Sagrada, consideram a homossexualidade um pecado. Ora, nossa liberdade de consciência e de expressão não nos pode ser negada, nem confundida com violência. Consideramos que mencionar pecados para chamar os homens a um arrependimento voluntário é parte integrante do anúncio do Evangelho de Jesus Cristo. Nenhum discurso de ódio pode se calcar na pregação do amor e da graça de Deus.
Como cristãos, temos o mandato bíblico de oferecer o Evangelho da salvação a todas as pessoas. Jesus Cristo morreu para salvar e reconciliar o ser humano com Deus. Cremos, de acordo com as Escrituras, que “todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Romanos 3.23). Somos pecadores, todos nós. Não existe uma divisão entre “pecadores” e “não-pecadores”. A Bíblia apresenta longas listas de pecado e informa que sem o perdão de Deus o homem está perdido e condenado. Sabemos que são pecado: “prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, contendas, rivalidades, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias” (Gálatas 5.19). Em sua interpretação tradicional e histórica, as Escrituras judaico-cristãs tratam da conduta homossexual como um pecado, como demonstram os textos de Levítico 18.22, 1Coríntios 6.9-10, Romanos 1.18-32, entre outros. Se queremos o arrependimento e a conversão do perdido, precisamos nomear também esse pecado. Não desejamos mudança de comportamento por força de lei, mas sim, a conversão do coração. E a conversão do coração não passa por pressão externa, mas pela ação graciosa e persuasiva do Espírito Santo de Deus, que, como ensinou o Senhor Jesus Cristo, convence “do pecado, da justiça e do juízo” (João 16.8).
Queremos assim nos certificar de que a eventual aprovação de leis chamadas anti-homofobia não nos impedirá de estender esse convite livremente a todos, um convite que também pode ser recusado. Não somos a favor de nenhum tipo de lei que proíba a conduta homossexual; da mesma forma, somos contrários a qualquer lei que atente contra um princípio caro à sociedade brasileira: a liberdade de consciência. A Constituição Federal (artigo 5º) assegura que “todos são iguais perante a lei”, “estipula ser inviolável a liberdade de consciência e de crença” e “estipula que ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política”. Também nos opomos a qualquer força exterior – intimidação, ameaças, agressões verbais e físicas – que vise à mudança de mentalidades. Não aceitamos que a criminalização da opinião seja um instrumento válido para transformações sociais, pois, além de inconstitucional, fomenta uma indesejável onda de autoritarismo, ferindo as bases da democracia. Assim como não buscamos reprimir a conduta homossexual por esses meios coercivos, não queremos que os mesmos meios sejam utilizados para que deixemos de pregar o que cremos. Queremos manter nossa liberdade de anunciar o arrependimento e o perdão de Deus publicamente. Queremos sustentar nosso direito de abrir instituições de ensino confessionais, que reflitam a cosmovisão cristã. Queremos garantir que a comunidade religiosa possa exprimir-se sobre todos os assuntos importantes para a sociedade.
Manifestamos, portanto, nosso total apoio ao pronunciamento da Igreja Presbiteriana do Brasil publicado no ano de 2007 e reproduzido parcialmente, também em 2007, no site da Universidade Presbiteriana Mackenzie, por seu chanceler, Reverendo Dr. Augustus Nicodemus Gomes Lopes. Se ativistas homossexuais pretendem criminalizar a postura da Universidade Presbiteriana Mackenzie, devem se preparar para confrontar igualmente a Igreja Presbiteriana do Brasil, as igrejas evangélicas de todo o país, a Igreja Católica Apostólica Romana, a Congregação Judaica do Brasil e, em última instância, censurar as próprias Escrituras judaico-cristãs. Indivíduos, grupos religiosos e instituições têm o direito garantido por lei de expressar sua confessionalidade e sua consciência sujeitas à Palavra de Deus. Postamo-nos firmemente para que essa liberdade não nos seja tirada.
Este manifesto é uma criação coletiva com vistas a representar o pensamento cristão brasileiro.
Para ampla divulgação.

                                                                                                                                                                   FONTE: blogfie

segunda-feira, 28 de março de 2011

PEÇA O VERDADEIRO NATAL IBC SJP

TEMA – UM CRISTO RESSURRETO
TEXTO – ATOS 1: 1-11
Autor – Lucas – Refere-se a um segundo livro escrito por sua pessoa, escreve para a mesma pessoa para quem foi escrito o Evangelho de Lucas, usa uma linguagem culta, Lucas era médico, e ainda temos as seções nós, 16:10-17; 20:5-12; 21:1-18; 27:1; 28:16, que mostram que o escritor foi testemunha ocular de muitos fatos.
Destinatário – Teófilo, um crente que tinha aprendido as verdades bíblicas, e creio que curioso a respeito das coisas divinas.
Lucas 1: 3-4
OBJETIVO DO LIVRO. O livro tem como objetivo apresentar os fatos concernentes ao cristianismo, e feitos apostólicos.
OBJETIVO DO CAPITULO - Autenticar (confirmar)os propósitos de Jesus aos discípulos.
OBJETIVO DOS 11 VERSICULOS - É apresentar um Cristo ressurreto
1)V1-2 Lucas faz um resumo do seu primeiro livro, como já mencionado o terceiro evangelho.
Falando do ministério de Jesus aqui na terra, o que Ele fez e o que ensinou.
V3 Ele dá uma ênfase inalterável na mensagem do evangelho, que é o nascimento a morte e a ressurreição de Cristo.
V3a
E na parte b do versículo ele diz que não existe nenhuma impossibilidade de Sua ressurreição ser falsa.
Porque Jesus deu prova incontestável dela.
V3b
Aparecendo aos seus discípulos durante 40 dias
Falando das coisas concernentes ao reino de Deus, assunto o qual Ele tratou em todo o seu ministério
Lc 1: 1-2
O que falo não é conjectura própria não.
São palavras de pessoas que estiveram com Cristo durante seu ministério. Lucas era um exímio pesquisador.
Lc 1:3
V4
Comendo com eles (os discípulos): isso provava que Jesus não era um fantasma, mas que de fato tinha ressuscitado fantasma não come.
(Jesus andando sobre as águas acharam que fosse um fantasma).
V4b, 5
E Lucas prova a veracidade da dessa ascensão, dizendo que os presentes viram.
Jesus anima-os aconselhando-os, para que não ficassem preocupados com o que havia acontecido (Sua morte) nem com o que haveria de acontecer (Sua acessão).
Porque a promessa de que o consolador viria estava de pé, Ele não iria deixá-los órfãos. E que poucos dias depois eles seriam batizados no Espírito Santo.
O batismo de João selava o arrependimento, e o batismo no Espírito sela o crente no corpo de Cristo.
V6-7
Os discípulos queriam saber se seria essa a época em que Israel teria a independência política e voltaria a governar sobre um povo.
Jesus diz não fiquem preocupados com isso, deixe com Deus, Ele é onipotente e essa é um assunto Dele.
V8
Jesus apresenta o propósito do batismo no Espírito Santo.
Sejam minhas testemunhas, saiam falando dos meus feitos,
Antes do reino milenar, todos precisarão ouvir o evangelho.
V8
V9
Depois de instruí-los, depois de passar para os discípulos como deveriam comportar daquele momento para frente, foi assunto ao céu.
V10-11
Ele conclui com as palavras de animo dos anjos
Jesus voltará!
Este relato de Lucas nos mostra que servimos a um Deus cuidadoso, um Deus que preocupa com os seus.
Vimos que após sua morte, ele teve o cuidado de ficar 40 dias instruindo aos seus discípulos, mostrando como deveriam comportar e agir, e de que Ele iria está presente por intermédio do Espírito Santo.
Depois Ele ainda revigora o animo dos discípulos por intermédio dos anjos dizendo: Ele voltará vocês contemplarão o seu rosto novamente.
E estas promessas são para nós os crentes hoje também.
E a certeza da volta de Cristo, é o combustível que impulsiona a vida cristã.
É o que nos faz viver nesse mundo com a certeza de que o melhor da vida cristã está no céu, e Cristo virá nos buscar, para estarmos lá, para sempre com Ele.
PR. MARCELO QUADROS

CULTO, O QUE É ISSO?

(...) Culto é mais que cantar, orar e ouvir a Palavra. Além dos atos, é a expressão da razão de ser da igreja. Amo evangelismo e missões, mas creio que a missão da igreja é a adoração. Ela existe em função de Deus (adoração) e não em função dos homens (proclamação). No céu não haverá perdidos a evangelizar, mas haverá igreja. Porque haverá Deus. Ele nos escolheu antes da criação, para vivermos com ele: “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele em amor” (Ef 1.4). Ao cultuar, a igreja mostra porque existe. Para adorar a Deus, para viver com ele, para ouvi-lo. Por isso, o louvor, a oração e a Palavra.
Antes do “Ide” (Mc 16.15) houve um “vinde” (Mc 6.7). A igreja é chamada para estar com Jesus e só deve ir ao mundo depois de viver com ele. Comovida por ele, ela evangeliza e faz missões. Quem ama a Jesus compartilha Jesus. “O amor de Cristo nos constrange” (2Co 5.14).
O culto não é para nós. É para Deus. As pessoas avaliam o culto pelo que sentiram. É o culto antropocêntrico. O culto deve ser avaliado de outra maneira: terá agradado a Deus? O cultuador fez, pensou e disse o que Deus queria? Agradar a Deus é o alvo do culto. Este deve ser teocêntrico.
Alguns pensam que quanto mais barulhento, mais espiritual o culto é. Pessoalmente, acho alto volume apenas mau gosto. Prefiro ser desafiado, pensar se estou agradando a Deus, se há algo por mudar em minha vida. Há quem goste de agito, sem reflexão. A questão é que não somos referenciais. Nem temos como saber o que Deus achou do culto. Mas devemos lembrar que a dimensão humana do culto é o quanto ele nos transforma. Muitos cultos não enfatizam a santidade de Deus e suas exigências, mas sim o que os crentes vão receber.
O foco é o homem, e não Deus. Será que é este o culto que Deus deseja, à luz do ensino bíblico?
Se a dimensão humana do culto é nossa transformação, podemos firmar alguns princípios que nos ajudam a ver o quanto o culto serviu à vontade de Deus para a igreja e para o mundo. Houve mudança de vida ou apenas emoções? A cruz foi proclamada? Cristo foi anunciado? Houve abandono de pecado? Houve consagração de vidas? Houve conversões? As pessoas estão amadurecendo? Se isto não acontece, há apenas alarido.
Culto é mais que ajuntamento e mais que forró. É ouvir Deus, falar com Deus e ser transformado. Não é entretenimento. É algo sério: entrar em adoração ao Deus Santo! Quão sério é o culto!
 Escrito por Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho - I. B. Central de Macapá, 23.1.11

sábado, 26 de março de 2011

E dizem que o ISLÃ prega a Paz – Pastor condenado à morte por ser Cristão

Um pastor cristão no Irã foi condenado à morte por alegadamente renunciar à sua religião muçulmana e enfrenta um possível indiciamento pela mesma acusação de apostasia, de acordo com um grupo ativista que trabalha pelos direitos humanos no país.
Youcef Nadarkhani (foto), um membro de 32 anos do ministério da Igreja do Irã (tradução livre) e pastor de uma congregação de aproximadamente 400 pessoas na cidade de Rasht, enfrenta a morte, segundo a Campanha Internacional para os Direitos Humanos no Irã (tradução livre).
No sul da cidade de Shiraz, outro pastor cristão, Behrouz Sadegh-Khanjani, 35 anos, enfrenta um possível indiciamento por apostasia.
“Isso é parte de uma maior tendência de perseguição contra os cristãos”, disse Firouz Sadegh-Khanjani, irmão de Behrouz e membro do Conselho da Igreja do Irã.
Onda de perseguição
Os cristãos estão sentindo a pressão em outras partes do mundo muçulmano.
No Iraque, os cristãos foram atacados e muitos fugiram de suas casas para outras terras.
No Paquistão, uma mulher cristã enfrenta uma sentença de morte por blasfêmia por ter supostamente ter profanando o nome do profeta Maomé.
Julgamento
Em 22 de setembro, 11º Circuito de Apelações do Tribunal Penal iraniano para a província Gilan, confirmou a sentença de morte e condenação de Nadarkhani por apostasia.
Apostasia é o “ato de renunciar a religião”, afirma o grupo de direitos humanos nesta terça-feira, 07 de dezembro. “Não é um crime contra o Código Penal do Irã islâmico. Em vez disso, o juiz-presidente no caso Nadarkhani concedeu sua opinião pelos textos de estudiosos da religião iraniana.”
“É um ponto negativo de todo o sistema judicial condenar uma pessoa à morte fora de seu próprio ordenamento jurídico”, disse Aaron Rhodes, um porta-voz para a campanha.
“Executar alguém com base na religião que escolher praticar ou não praticar é a melhor forma de discriminação religiosa e desprezo pela liberdade de consciência e de crença”, completa.
No julgamento diz que Nadarkhani nasceu em lar muçulmano, mas se converteu ao cristianismo quando tinha a idade de 19 e ele disse que “durante os interrogatórios Nadarkhani fez uma confissão por escrito de admitir ter deixado o islamismo pelo cristianismo.”
Ele disse que durante seu julgamento que seus “interrogadores o pressionou a fazer a declaração”.
“Eu não sou um apóstata… Antes dos 19 anos de idade eu não aceitava qualquer religião”, disse Nadarkhani no julgamento.
Fonte: Missão Portas Abertas (via G1 Gospel).

Estudo indica que religião pode acabar em 9 países ricos


Dados de censos colhidos desde o século 19 indicam que a religião pode ser extinta em nove nações ricas que foram analisadas em um estudo científico.
A pesquisa identificou uma tendência de aumento no número de pessoas que afirmam não ter religião na Austrália, Áustria, Canadá, Finlândia, Irlanda, Holanda, Nova Zelândia, Suíça e República Tcheca --o país com o índice mais elevado, com 60%.
Usando um modelo de progressão matemática, o levantamento --divulgado durante um encontro da American Physical Society-- mostra que as pessoas que seguem alguma religião vão praticamente deixar de existir nestes países.
Na Holanda, por exemplo, 70% dos holandeses não terão religião alguma até 2050. Hoje, esse grupo é de 40% da população.
"Em muitas democracias seculares modernas, há uma tendência maior de as pessoas se identificarem como sem uma religião", afirma Richard Wiener, que trabalha em um centro de pesquisa em ciência avançada, subordinado ao departamento de física da Universidade do Arizona.
A pesquisa seguiu um modelo de dinâmica não-linear que leva em conta fatores sociais e a influência que exercem em uma pessoa a fazer parte de um grupo não-religioso.
Os parâmetros se mostraram semelhantes em vários países pesquisados, indicando que a religião está a caminho da extinção nessas nações.


Notícias Cristãs com informações da Folha


                                                                 fonte: http://news.noticiascristas.com/2011/03/estudo-indica-que-religiao-pode-acabar

EVANGELISMO E CULTO NA ZONA RURAL





sexta-feira, 25 de março de 2011

TEMA- Pecados nos Relacionamentos
TEXTO- LUCAS 15: 25-30
Talvez em nossos relacionamentos seja onde mais comumente percamos a plenitude de Deus.
Os pecados de relacionamentos geralmente caem em cinco áreas principais; em cada uma delas nós necessitamos tomar ações específicas de arrependimento. Mas não nos preocupemos, a graça de Deus nos capacitará para isso!

1) Você pode-se lembrar de pessoas que possa ter ofendido ou machucado de alguma maneira?
Em Mateus 5:23-24, Jesus foi enfático a respeito da impor¬tância de "acertar os ponteiros" com aqueles a quem temos ofen¬dido.
Quando Deus nos revelar pessoas que ofendemos ou ferimos,precisamos decida irmos até elas e lhes pedir perdão.
Porém, não podemos ir tentando defender-nos ou para recomeçar a batalha.
Precisamos ir simples¬mente em humildade e amor.
Além disso, não podemos pensar que falhamos se eles se recusarem a nos perdoar.
Nossa responsa¬bilidade é fazer nossa parte em humildade e amor, a maneira como eles responderem é problema deles.
Ocorrem tremendos milagres nas famílias quando alguém se humilha e pede perdão por algo de errado que tenha feito.
*Filho pródigo
Avivamentos poderosos ocorrem em igrejas inteiras quando um ou dois irmãos realmente acertam suas diferenças.
Nós precisamos entender que as picuinhas entre cristãos podem facilmente apagar o Espírito de Deus em toda a igreja!
O Espírito Santo é muito sensível e nós precisamos levar nosso relacionamentos a sério.
2) Você está amargurado ou guardando ressentimentos con¬tra pessoas que lhe ofenderam?
Em Mateus 6:14-15, Jesus fez uma afirmação de enorme importância.
Muitas orações não passam do teto porque crentes estão guar¬dando ressentimento e amargura contra outras pessoas.
Na ver¬dade, Jesus diz que devemos perdoar as pessoas de coração. Em Mateus 18:35, lemos:
É co¬mum as pessoas dizerem que perdoaram alguém, quando em seu coração não o fizeram.
Muitas pessoas guardam secretamente amargura contra amigos ou familiares. Em outros casos, pode ser contra estranhos que lhes fizeram mal.
Hoje especialmente, os crentes necessitam estar atentos se estão guardando rancor con-tra maus políticos, ativistas sociais e artistas que atacam nossos valores.
Não há dúvida de que nós devemos ficar firmes na ver¬dade, em nossos valores, mas nunca devemos alimentar ódio contra aqueles que nos atacam.
Nunca devemos cessar de odiar o pecado, mas devemos sempre amar o pecador.
Peçamos a Deus que sonde o nosso coração e revele qualquer forma de amargura ou falta de perdão.
É possível guardarmos uma amargura secreta contra Deus em nosso coração. Algumas pessoas se ressentem do fato de Deus ter permitido alguma tragédia pessoal ou não ter respondido a uma oração urgente.
Outros guardam rancor por Deus abençoar outras pessoas de uma maneira que não os tem abençoado. Muitos cristãos têm esfriado em seu serviço e adora¬ção porque estão decepcionados ou feridos.
Há alguma situação ou pessoa contra a qual nós estamos guardando amargura ou ressentimento, por menor que seja?
Nós secretamente temos nos ressentido de Deus por causa de alguma situação dolorosa que ele permitiu em nossa vida?
Será que não temos esfriado no nosso relacionamento com Deus porque Ele nos desapontou de alguma maneira?
Precisamos lembrar que o perdão é uma escolha, não um sentimento. Se nós escolhermos perdoar, Deus mudará nossos sentimentos.

3) Você está envolvido em algum relacionamento inade¬quado?
Um relacionamento impróprio vai desde adultério e fornicação até simplesmente estar inadequadamente próximo de alguém.
Por exemplo, alguém muito jovem pode estar emocionalmente envolvido com alguém muito mais velho ou vice-versa.
Um es¬poso pode estar emocionalmente muito próximo de uma amiga ou colega de trabalho.
Uma esposa pode estar emocionalmente muito envolvida com um amigo ou companheiro de trabalho.
Cônjuges podem estar compartilhando coisas com outras pesso¬as que deveriam ser partilhadas apenas entre eles.
Podemos estar envolvidos com alguém e embora digamos, "somos só amigos", mais sabemos que é mais do que amizade...
Não tentemos racionalizar ou defender um relacionamen¬to que nós sabemos que é inadequado. Isto inevitavelmente abrirá a porta para Satanás e ele o conduzirá a uma escravidão cada vez maior.

4) Você tem negligenciado uma participação significativa na vida de sua igreja - cultos regulares, comunhão com os irmãos e serviço cristão?
De acordo com Hebreus 10:25, é pecado negligenciar a co¬munhão e os cultos regulares com o corpo de Cristo.
Deus enfatiza a importância de ficarmos fortemente liga¬dos ao corpo local de crentes. De acordo com 1 Coríntios 12:12-14, todos os crentes devem estar em comunhão genuína e num relacionamento próximo com uma congregação local.
Deus não pretende que ninguém seja um ermitão ou um solitário!
Em nossos dias de individualismo egoísta, muita gente quer participar de uma igreja grande para ficar perdido na multi¬dão.8
Eles vêm, recebem bênçãos, mas voltam para casa sem comunhão real ou proximidade com outros crentes (e é exata-mente o que eles querem!).
Este modelo não é de maneira alguma bíblico, mas sim inerentemente egocêntrico.
Ao procurarmos uma igreja, nossa oração não deve ser, "O que esta igreja pode fazer por mim?" mas ao contrário, "O que eu posso fazer por esta igreja?"

quinta-feira, 24 de março de 2011

Abraçando a imperfeição…

"Não ponha a chave da sua felicidade no bolso de outra pessoa"

“Quando eu ainda era um menino, ocasionalmente, minha mãe gostava de fazer um lanche, tipo café da manhã, na hora do jantar. E eu me lembro especialmente de uma noite, quando ela fez um lanche desses depois de um dia de trabalho muito duro.
 
Naquela noite longínqua, minha mãe pôs um prato de ovos, linguiça e torradas bastante queimadas, defronte ao meu pai. Eu me lembro de ter esperado um pouco, para ver se alguém notava o fato. Tudo o que meu pai fez, foi pegar a sua torrada, sorrir para minha mãe e me perguntar como tinha sido o meu dia, na escola..
Eu não me lembro do que respondi, mas me lembro de ter olhado para ele lambuzando a torrada com manteiga e geléia e engolindo cada bocado.
Quando eu deixei a mesa naquela noite, ouvi minha mãe se desculpando por haver queimado a torrada. E eu nunca esquecerei o que ele disse:
” - Baby, eu adoro torrada queimada…”
Mais tarde, naquela noite, quando fui dar um beijo de boa noite em meu pai, eu lhe perguntei se ele tinha realmente gostado da torrada queimada. Ele me envolveu em seus braços e me disse:
“- Companheiro, sua mãe teve hoje, um dia de trabalho muito pesado e estava realmente cansada… Além disso, uma torrada queimada não faz mal a ninguém. A vida é cheia de imperfeições e as pessoas não são perfeitas. E eu também não sou um melhor marido, empregado, ou cozinheiro!”
O que tenho aprendido através dos anos é que saber aceitar as falhas alheias, escolhendo relevar as diferenças entre uns e outros, é uma das chaves mais importantes para criar relacionamentos saudáveis e duradouros.
Essa é a minha oração para você, hoje. Que possa aprender a levar o bem, o mal, as partes feias de sua vida colocando-as aos pés do Criador. Porque afinal, ele é o único que poderá lhe dar uma relação na qual uma torrada queimada não seja um evento destruidor.
De fato, poderíamos estender esta lição para qualquer tipo de relacionamento: entre marido e mulher, pais e filhos, amigos, colegas de trabalho...
Não ponha a chave de sua felicidade no bolso de outra pessoa, mas no seu próprio. Veja pelos olhos de Deus e sinta pelo coração Dele; você apreciará o calor de cada alma, incluindo a sua.
As pessoas esquecerão do que você lhes fez, ou do que lhes disse, mas nunca esquecerão como você as tratou.”
Observe e Viva as Prioridades


Temos que viver nossas prioridades na vida. Em primeiro lugar mantenha o foco em Jesus, amando-o de todo o coração.
Em segundo lugar invista na sua família. Eles estarão sempre ao seu lado em quaisquer cincunstancia.
Em terceiro lugar trabalhe para o povoamento do Reino de Deus, não enterrando seus dons e talentos.
Agindo assim as bençãos espirituais e materiais chegarão em sua vida.
Você prosperará em todas as áreas da vida.


                                                                                                                                                                 Pr. Edilson Ramos

QUARTETO FEMENINO IBC SJP - CANTANDO HÓ QUÃO DOCE É A PAZ

TEMA - Pecados de Palavra
TEXTO – MT 12:36
DEUS DÁ UMA ENORME IMPORTÂNCIA AO NOSSO FALAR.
Em Mateus 12:36, Jesus faz uma incrível afirmação:
Mt 12:36
A sociedade de hoje está experimen¬tando uma explosão sem precedentes de uma linguagem des¬prezível e maliciosa.
Muitas vezes, sem nem mesmo perceber, muitos crentes estão usando este tipo de linguajar.
Efésios 4:29a - Efésios 5:4 -
Tem se tornado comum crentes usarem expressões como "juro por Deus", para enfatizarem o que estão dizendo.
Em Mateus 5:37,
1º MENTIROSOS
Colossenses 3:9
Havia um irmão que exagerava em tudo o que dizia, os diaconos chamaram o pastor e pediu para que comversasse com o irmão pois aquela situação era muito feia. O pastor chamou o irmão e o disse que era errado aquilo que fazia, pois a Bíblia condenava tal pratica. O irmão olhando para o pastor o irmão disse que já havia pensado sobre o asunto, e que tinha se sentido tão triste e envergonhado que chorou pipas e mais pipas d’água.

Se temos o costume de mentir, exagerar quando contamos alguma coisa só para nos "aparecer", se nos sentimos culpados por algum tipo de tapeação que temos feito, se já enganamos pessoas ou instituições,
Se estas coisas tem acontecido , isto revela um problema de integridade.
Deus odeia a men¬tira e a inconsistência.
Jo 8:44
2º Quexosos ou murmuradores
1 Coríntios 10:10 - 1 Tessalonicenses 5:18-
Os filhos de Israel reclamavam continuamente da provisão de Deus. Como resultado, eles pereceram no deserto.
Como cristãos, nos é ordenado alegrarmo-nos e sermos gratos por todas as coi¬sas e em todas as situações
l Tessalonicenses 5:18.
Um estilo de vida de contínuo louvor é essencial para agradar a Deus.
É impossível ser um murmurador e andar no poder do Espírito de Deus.

Estamos cheio de uma atitude de gratidão e louvor ou de queixas e reclamações?
Tem crente que só olha pro lado ruim das coisas
Temos muito que aprender com Jó, depois de perder tudo, a Bíblia diz que ele ainda contemplava as coisas de forma positiva.
Jó 1: 21
E este é o espírito que Deus espera de todos os crentes, um espírito de gratidão apesar de...
Ontém a chuva alagou a casa pastoral e molhou a igreja, mas precisamos dar graças a Deus, pois temos uma casa e uma igreja para serem molhadas.
Eu reclamva por eu não tinha sapatos, até que encontrei um que não tinha os pés. (Proverbio Arabe)
Murmuração é um dos pecados que bloqueiam as bênçãos de Deus para nossas vidas.
Se nós louvarmos, Deus promete nos dar uma alegria sobrenatural ape¬sar de circunstâncias difíceis.
Efésios 4:31 -.
Deus queria que Sua igreja fosse diferente!
1 Coríntios 1:10

terça-feira, 22 de março de 2011

Abstinência antes do casamento melhora vida sexual, diz estudo
Pessoas com abstinência deram notas 22% mais altas para estabilidade.

Pesquisa de universidade ligada à igreja ouviu duas mil pessoas.
Da BBC

Casais que esperam para ter relações sexuais depois do casamento acabam tendo relacionamentos mais estáveis e felizes, além de uma vida sexual mais satisfatória, segundo um estudo publicado pela revista científica Journal of Family Psychology, da Associação Americana de Psicologia.

Pessoas que praticaram abstinência até a noite do casamento deram notas 22% mais altas para a estabilidade do relacionamento. As notas para a satisfação com o relacionamento foram 20% mais altas entre casais que esperaram, assim como as questões sobre qualidade da vida sexual (15% mais altas) e comunicação entre os cônjuges (12% maiores).
 
Para os casais que ficaram no meio do caminho - tiveram relações sexuais após mais tempo de relacionamento, mas antes do casamento - os benefícios foram cerca de metade daqueles observados nos casais que escolheram a castidade até a noite de núpcias.
 
Mais de duas mil pessoas participaram da pesquisa, preenchendo um questionário de avaliação de casamento online chamado RELATE, que incluía a pergunta 'Quando você se tornou sexualmente ativo neste relacionamento?'.
Apesar de o estudo ter sido feito pela Universidade Brigham Young, financiada pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, também conhecida como Igreja Mórmon, o pesquisador Dean Busby diz ter controlado a influência do envolvimento religioso na análise do material.
 
"Independentemente da religiosidade, esperar (para ter relações sexuais) ajuda na formação de melhores processos de comunicação e isso ajuda a melhorar a estabilidade e a satisfação no relacionamento no longo prazo', diz ele. "Há muito mais num relacionamento que sexo, mas descobrimos que aqueles que esperaram mais são mais satisfeitos com o aspecto sexual de seu relacionamento."
 
O sociólogo Mark Regnerus, da Universidade do Texas, autor do livro Premarital Sex in America, acredita que sexo cedo demais pode realmente atrapalhar o relacionamento. "Casais que chegam à lua de mel cedo demais - isso é, priorizam o sexo logo no início do relacionamento - frequentemente acabam em relacionamentos mal desenvolvidos em aspectos que tornam as relações estáveis e os cônjuges honestos e confiáveis."
Fonte: G1 - http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2010/12/abstinencia-antes-do-casamento-melhora-vida-sexual-diz-estudo.html

sábado, 19 de março de 2011

LANÇAMENTO VÍDEO 5º ACAMPAMENTO IBC

TEMA- O QUE É O INFERNO
TEXTO- Pv 23:14
Segundo o dicionário Aurelio é o lugar subterrâneo onde estão as almas dos mortos * Lugar ou situação pessoal em que se encontra os que morreram em estado de pecado *Tormento
Chamado também de Gehena
*Gehena era um local onde se oferecia crianças em holocausto ao ídolo Moloque
Jr 7:31-34
E ali fogo ardia constante mente, consumindo o lixo da cidade, os detritos dos holocaustos pagãos
Daí porque Gehena veio (significar) designar o lugar de castigo eterno dos condenados ao inferno
Mt 13:41-42; Mc 9:43-48
Ali será um local de sofrimento
Ap 20:10,15
Um pastor fazia sua caminhada pela praia, quando passou por um grupo de jovens que estava jogando bola, pararam a bola e um perguntou: “ Pastor o que é o inferno?” O pastor olhando para eles respondeu: “ O inferno é o fim de uma vida sem Deus”.
Não existe uma coisa mais triste para o ser humano do que morrer sem Cristo
O ser humano tem buscado seus próprios métodos para chegar ao céu
Mas todos os esforços e artimanha dos homens para escaparem do inferno não os livram do mesmo, nem por um momento, pois continuam a rejeitar a Cristo
E portanto permanecem ímpios
Quase todos os homens naturais que ouvem falar do inferno alimentam a ilusão de que vão escapar dele.
Quanto a sua própria segurança, confiam em se mesmo,
Vangloriam-se do que fizeram, do que estão fazendo, e do que pretendem fazer.
Cada um traça seu próprio plano
Pensam em como evitar a condenação
Mas a verdade é que muitos que pensam assim morreram e foram para uma eternidade sem Cristo
Nenhum ser humano deseja ir para um lugar de tormenta, creio eu, mas vivem iludidos quantos aos seus próprios planos
O único meio para o ser humano escapar do inferno e recebendo Cristo como salvador
Ap 20: 15 Ap 21:27 Jo 5:24
PR. MARCELO QUADROS

sexta-feira, 18 de março de 2011

TEMA – OS ATRIBUTOS DE DEUS - ONIPOTÊNCIA

TEXTO: LUCAS  18:27
“A palavra “onipotência” deriva de dois termos latinos, “ommis” e potentia” que
Juntas significam todo poder.
Deus pode todas as coisas,
Pode tudo em relação ao universo
IS 50:2 Lc 18:27: Jr32:17
A Onipotência é aquele atributo por meio do qual Ele pode realizar ou fazer acontecer tudo quanto Ele quer.
O poder de Deus não conhece limites nem restrições.
Jó 42:2; Gn  18:14
No mundo da natureza
Gn 1:1-3; Mt 8:27
Na experiência da humanidade
Todas as ações humanas presentes ou futura dependem da vontade e do poder de Deus.
Tg 4:13-15; Lc 12:16-21
História do cabeleireiro
Alguém pode fazer essa mesma pergunta a você, se Deus é realmente bom poderoso porque Ele não evita tais coisas.
Resposta: por causa do livre arbítrio que Ele concedeu ao homem, (poder de decidir, vontade).
Deus não obriga ninguém a fazer nada, se o homem deseja viver na sarjeta, não quer que Deus o tire de lá, embora o desejo de deus é tirá-lo, Ele não irar forçá-lo.
Embora seje onipotente, tem poder para fazer tudo, Deus não faz aquilo que não esteja em harmonia com a sua natureza.
Ex: negar a se mesmo  2º Tm 2:13
Mentir  Hb 6:18
Praticar pecado
E o fato de Deus não praticar essa coisas que não estão em harmonia com sua natureza, não diminui sua onipotência, pelo contrario valida mais ainda Sua autenticidade como Deus.
PR. MARCELO QUADROS

quinta-feira, 17 de março de 2011

Comportamento: Boa Educação Começa na Igreja

Consultora culpa pastores por má educação dos membros
Por: Mayra Bondança - Portal Creio
Atrasos, conversas paralelas, movimentação, telefones tocando, crianças chorando, música alta. Tais situações formam um ambiente caótico, desorganizado e desconfortável. Mas, essa acaba sendo a realidade de grande parte das igrejas no Brasil. Ciente dessa verdade, a consultora de etiqueta e co-autora do livro ’Não Fale de Boca Cheia’, Albertina Costa Ruiz, fala, em entrevista ao CREIO , sobre a parcela de culpa dos pastores e líderes na inquietação dos membros e como deve ser o comportamento durante os cultos.
Há quatro anos trabalhando com o Instituto Doblinski, Albertina ajuda empresas e funcionários a se portar no ambiente de trabalho. Membro da Igreja Pentecostal da Bíblia no Brasil, em São Paulo, ela também auxilia no comportamento dentro do ambiente das igrejas. O livro ‘Não Fale de Boca Cheia’, escrito em parceria com Suzana Doblinski , é um manual de comportamento voltado ao público infantil, mas indicado para todas as idades.
Para a escritora, o espaço do templo exige boa conduta, principalmente por ser onde várias pessoas se reúnem. “Sendo a igreja o local onde se promove a comunhão do ministério, é importante o comportamento dos membros ter como base regras de boas maneiras, o que significa gentileza para com os demais, resultando num ambiente harmonizado e, sobretudo, sereno, onde a reverência possa ser alcançada”, afirma.
A consciência deve estar no quanto certas atitudes podem atrapalhar os presentes e também o andamento da reunião. Tudo que chama e tira a atenção não deve fazer parte da rotina da congregação. Às vezes, a ausência de estrutura e de orientação pastoral é a realidade, e não a falta de educação dos membros. Por isso, os pastores e líderes devem procurar impor regras comportamentais e disponibilizar espaços a fim de facilitar o convívio e permanência de suas ovelhas nos ambientes de culto.
O excesso de apresentações litúrgicas, os cultos demasiadamente longos e as apresentações musicais com som muito alto também podem provocar cansaço e desatenção no público presente. “São itens que colaboram para os participantes serem levados a um procedimento irrequieto”, acrescenta Albertina.
Ela ainda destaca as dicas do apóstolo Paulo quando ele dá instrução quanto ao comportamento adequado. “Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à Igreja de Deus. Como também eu em tudo agrado a todos, não buscando o meu próprio proveito, mas o de muitos, para que assim se possam salvar.” (1 Coríntios 10 : 32 e 33)
“Não podemos esquecer que os costumes da igreja devem servir de exemplo para o mundo, e não os costumes do mundo serem permitidos na igreja”, finaliza.
Fonte: Creio

22 DE MARÇO – DIA MUNDIAL DA ÁGUA

O Dia Mundial da Água é realizado anualmente no dia 22 de Março, como forma
de concentrar a atenção sobre a importância da água doce e defender o manejo
sustentável desta.

A população mundial que atualmente vive em cidades já chega a 3,3 bilhões de
pessoas e a paisagem urbana continua a crescer. 38% do crescimento das
cidades é representado pela expansão de favelas e enquanto a população das
cidades aumenta rapidamente a infra-estrutura não acompanha esse crescimento
desordenado.

O objetivo do Dia Mundial da Água 2011 é chamar a atenção do mundo para o
impacto do rápido crescimento urbano, industrialização e as incertezas
provocadas pelas mudanças climáticas, os conflitos e as catástrofes naturais
em sistemas urbanos de água.

E o que devemos fazer para responder ao desafio urbano?

Incentivar as organizações, comunidades e indivíduos a participarem
ativamente na resolução do desafio da gestão das águas urbanas e do
crescimento desordenado participando da vida política, afim de que mudemos a
forma de pensar o desenvolvimento de nossa cidade.

Constantemente a água que chega em nossas torneiras é amarelada e isso se dá
devido ao chamado tratamento primário que ocorre quando a empresa prefere
mandar a água suja para as nossas casas ao invés de deixar faltar esse
precioso líquido.

Na própria conta d’água podemos observar que em várias amostragens algumas
se encontram fora dos padrões, ou seja, bebemos em algumas situações, água
imprópria para o consumo.

Quando alguns políticos defendem o crescimento da cidade a qualquer custo,
não fazem a avaliação que o crescimento desordenado leva ao caos que é a
falta de estrutura básica que normalmente não acompanha esse crescimento
desordenado e o que vemos são as enchentes que alagam bairros inteiros
devido ao fechamento de olhos por parte dos poderes públicos.

A cidade precisa ser repensada com responsabilidade com uma nova visão
política/administrativa. Se faz necessário pensar a cidade para as próximas
décadas e não para as próximas chuvas quando centenas de famílias
continuarão a ser alojadas em escolas públicas.

Não adianta levar colchões para as famílias atingidas pelas águas e sim
preparar políticas públicas para que as águas não cheguem aos colchões.
Fonte; ambientalistas_pv@yahoogrupos.com.br

quarta-feira, 16 de março de 2011

Tema- PECADOS DE ATITUDE

Texto – Gênesis 4: 1-7

Quando Deus examina nossas vidas, Ele não somente vê as ações exteriores, Ele vê especialmente a atitude por trás delas.
De fato, muitas vezes a maneira como se diz alguma coisa tem tanto peso quanto o que é dito.
Deus está muito interessado com a atitude de nossos corações. Na verdade, cada um de nós tem uma atitude (ou espírito) que caracteriza nossas ações.
Peçamos a Deus que abra nossos olhos para que  vejamos claramente as atitudes dentro do nosso coração.
As vezes a ideia é boa mas a atitude que está por trás é distrutiva.
Jo 8:1-10;  Ap 3:15-16; Ez 36:26
Na maioria das vezes as atitudes dubias são consequencias (ou caracterizadas) de orgulho.

1 Pedro 5:5c -...Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes.
Salmo 51:17b - ...um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás.
O orgulho é um pecado tão refinado que muitas vezes passa despercebido.
Talvez a pior forma de orgulho na vida de uma pes­soa seja uma atitude de satisfação espiritual, que vê pouca neces­sidade de purificação e crescimento.
O verdadeiro avivamento co­meça sempre com uma atitude de humildade e quebrantamento profundos com relação ao pecado
2 Crônicas 7:14.
As vezes a pessoa  se acha muito espiritual, frequentemente critica ou julga os outros, está qua­se sempre tentando consertar os outros, se achando mais santo que os outros.
Efésios 4:2 - Sejam completamente humildes e dóceis, e se­jam pacientes, suportando uns aos outros com amor.
A principal marca de um crente cheio do Espírito é bondade, dedicação.
A principal marca de um crente carnal é um espírito crítico, atitude negativa. Um sinal de carnalidade, sem dúvida, é uma atitude que abertamente demanda as coisas do seu jeito.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Tema - PECADOS DE PENSAMENTO

Texto - Gênesis 6:5
Precisamos começar nossa jornada com a purificação da mente e do coração. De acordo com as Escrituras, o pecado começa no coração e na mente. Por isoo alguem já disse: “ninguem cai antes de tropeçar”.
Mateus 15:19.
Até que nossos pensamentos e atitudes estejam sob o controle de Deus, nós não experimentaremos a vida abundante em Cristo.
Não é à toa que Satanás ataca nossas mentes com pensamentos inapropriados, pecaminosos. O diabo sabe que se ele puder desenvolver fortalezas em nossos pensamentos, ele facilmente nos levará a pecar e a separar-nos do poder de Deus.
Provérbios 23:7,
Deus revela a enorme importância de submeter nossas mentes totalmente a Cristo. Em outras palavras, o que nós pensamos é uma grande parte do que nós somos!
Só podemos ser cheio por Deus à medida que estivermos dispostos a esvaziarmos de nós mesmos.
Se nós formos completamente honesto e sincero em nossas con­fissões, Deus nos purificará completamente e transformará nossas vidas.
Mateus 7:22-23 - João 17:3
Ao começarmos nossa jornada de purificação, pre­cisamos ter certeza de nossa salvação. O primeiro pecado a ser vencido é a dúvida sobre nossa salvação.
De fato, não podemos agradar a Deus com tais dúvidas em nossos corações. Não podemos fazer nenhum progresso espiritual até que estejams absolutamente se­guros de nosso relacionamento com Cristo.
Acerca disto os textos das Escrituras revelam três verdades de enorme relevância: (1) No dia do julgamento, Mateus 7:23 declara que muitos que pensam que são salvos descobrirão que não conhecem a Deus; (2) De acordo com João 17:3, a salva­ção consiste em conhecer a Cristo num relacionamento pessoal transformador; (3) Pessoas que são genuinamente salvas têm uma forte certeza sobrenatural de sua salvação Romanos 8:16.
Tragicamente, nas últimas décadas por ter sido tão fácil in­gressar nas igrejas sem ter uma experiência de salvação genu­ína, há muitos membros que não são salvos e que agora, estamos vendo, se converterem e encontrarem a salva­ção verdadeira. Atualmente Deus está fazendo uma gloriosa obra nova entre os membros de igreja não convertidos!
Se você tem alguma dúvida sobre sua salvação, esteja certo de que Deus quer lhe dar esta certeza
1 João 5; 13.
Ele não quer você mais nenhum dia sem esta certeza.
Perguntas para Reflexão: Você tem certeza da sua salva­ção? Você sente Deus falando ao seu coração frequentemente? Esta é uma idéia normal para você? Você tem um relaciona­mento pessoal com Cristo? Você apenas conhece fatos sobre a vida de Jesus? Você consegue lembrar de um tempo quando sentiu uma convicção profunda de que estava perdido? Você consegue lembrar quando abandonou o pecado e entregou sua vida totalmente a Jesus? Quando você fez sua profissão de fé, você experimentou uma grande mudança em sua vida? Você tem plena paz por ter sido perdoado e por estar indo para o céu? Você tem desejo de ler a Bíblia e de orar? Você anseia por estar na igreja com o povo de Deus? Você é conhe­cido como alguém que é bondoso e amoroso?
Se você respondeu não a qualquer uma destas perguntas, é essencial que você pare agora e acerte seu relacionamento com Cristo.
A boa nova é que você pode fazer isto! Deus está ansi­oso e é capaz de lhe dar a certeza de que você tanto necessita., Deus quer levar você à perfeita segurança e paz.
Se você respondeu sim às perguntas, então prossiga imediatamente com sua jornada de purificação.
Você pode alegrar-se confiantemente no sangue de Jesus que o limpa de toda a injustiça. Regozije-se porque sua eterna segurança está na jus­tiça perfeita de Jesus e não na sua performance imperfeita.
2 Coríntios 10:5 -
Cuidadosamente e honestamente reflita nos tipos de pensamento que ocupam sua mente. A sua mente está cheia de pensamentos acerca de Cristo ou está consumida com questões terrenas? Você pensa muito mais em seu trabalho ou lazer do que em seu crescimento espiritual e em servir a Cristo? Freqüentemente você tem pensamentos impu­ros? Você está infestado de pensamentos de temor e raiva.
 Peça o perdão de Deus e confie Nele para renovar sua mente (Romanos 12:2). Resolva levar cativo todo pensamento ao Senhorio de Cristo. Que específicos pensamen­tos devem substituir estes que são mundanos?
Romanos 12:2  Colossenses 3:1-3 -
De acordo com Mateus 22:37, Jesus e Sua obra deveriam ocupar o primeiro lugar em nossos pensamentos e preocupações diárias. Jesus disse que nós temos que amá-lo "de todo o nos­so coração, alma, mente e forças." Se você tem realmente pai­xão por Cristo, sua mente estará cheia de pensamentos com relação a servi-lo.
Baseado nestas Escrituras, afirmamos que a vontade de Deus é que cada crente esteja saturando sua mente com versos-chave, mas encher sua mente com as Escrituras não acontece por acidente. Você tem que fazer uma escolha diária de es­conder a Palavra de Deus no seu coração.
A busca intensa de santidade deve ser a prioridade principal na vida pessoal de todo cristão. De fato, a busca de santidade é uma atitude mental espiritual.
A palavra grega para "busca" sig­nifica perseguir intensamente ou com paixão. Se alguém está cheio do Espírito, haverá uma sede incontrolável de experimen­tar a santidade de Cristo em cada canto do seu ser.
A leitura diária da Bíblia e a oração são os principais meios pelos quais persegui­mos tal pureza e crescimento.
Se você não está buscando um aprofundamento contínuo em sua vida de oração e estudo bíblico, então, você não está buscando, perseguindo, a santida­de. Buscar a santidade de Deus é uma ação diária, não uma teoria teológica.


sexta-feira, 11 de março de 2011

5º ACAMPAMENTO IBC CACHOEIRA DO NILSÃO EQUIPE CALVÁRIO CANTANDO

SINTONIZE!

“ Um determinado estudo revelou que quando a mãe e o pai frequentam regularmente as reuniões da igreja, 72 por cento dos seus filhos permanecem firmes diante de Deus. Se só o pai frequenta regularmente as reuniões, 55 por cento dos filhos permanecem fiéis. Se apenas a mãe frequenta as reuniões, somente 15 por cento dos filhos permanecem na igreja. Se nem a mãe e nem o pai frequentam regularmente os serviços da igreja, só 6 por cento permanecem. As estatísticas falam por si mesmas. O exemplo dos pais é mais importante do que todos os esforços da Escola Bíblica.” (Warren Mueller)
fonte: APEC

PESQUISA SOBRE O CULTO DOMÉSTICO

As respostas desta pesquisa vieram de irmãos das mais variadas denominações e residentes em dezenas de cidades em todo o Brasil e mostra que, embora o tempo da família unida em torno da Palavra de Deus e da comunhão com o Senhor seja considerado algo de grande importância, infelizmente não está sendo praticado. Os lares cristãos precisam, mais do que em qualquer outra época, se tornarem lares fortes, onde o lema “ Eu e a minha casa serviremos ao Senhor ” seja experimentado cada dia.

Em muitos lares, o altar do Senhor está derrubado. Lamentavelmente, uma imagem que fala (a televisão e o computador) tomou o lugar do altar do Senhor, que está em ruínas. Elias, em seu momento histórico, foi um verdadeiro gigante, restaurando o altar do Senhor e derrubando o altar de Baal.  Fica aqui registrado o desafio de, no poder do Espírito Santo, em cada um dos nossos lares, trabalhar para a restauração do tempo da família unida na presença do Senhor e de Sua Palavra.

Veja o resultado:

Realização do Culto Doméstico: 
29% - Esporadicamente
26% - Normalmente
24% - Raramente
21% - Nunca

A maior dificuldade para ter o Culto Doméstico: 
48% - Encontrar horário favorável
42% - Conseguir reunir toda a família
06% -  Saber qual a forma ideal
04% - Saber que material usar

A iniciativa para fazer o Culto Doméstico: 
34% - Sempre é da mãe e às vezes do pai
28% - Ninguém toma iniciativa
27% - Sempre é do pai e às vezes da mãe
11% - Sempre é de algum filho e às vezes dos pais

A necessidade de realizar o Culto Doméstico: 
50% - Desafiado por uma pregação
25% - É uma herança recebida dos pais
14% - Descoberta pessoal através da Bíblia
11% - Desafiado por leitura sobre o tema

O maior impedimento: 
60% - Horário diferente entre os membros da família
28% - A programação da TV
08% - A chegada inesperada de alguém
04% - Telefone

Gostaria de utilizar material pronto para a realização do Culto Doméstico: 
61% - Certamente
26% - Possivelmente
09% - Não usaria
04% - Raramente

Deve ser realizado? 
82% - É muito importante
15% - É importante
02% - É desnecessário
01% - É de necessidade média

Na sua percepção quantos lares de sua igreja realizam o Culto Doméstico: 
58% - Bem poucos
23% - Menos da metade
11% - Mais da metade
08% - A grande maioria

fonte: APEC

terça-feira, 8 de março de 2011

COMO SE LIVRAR DE UM PASTOR FRACO

Um grupo de crentes procurou o pastor de uma outra igreja, numa cidade vizinha, e perguntou-lhe:
- Pastor, estamos tentando achar um jeito diplomático de dispensar o nosso pastor. O senhor tem alguma sugestão de como podemos fazer isso sem sermos indelicados com ele?
- Mas, por que vocês querem se livrar dele?
- É que a nossa igreja está estagnada e infeliz. O nosso pastor não tem visão nem liderança, não sabe pregar e não é um homem de oração. 

Após refletir uns instantes, o pastor aconselhou-os a agir da seguinte maneira:
a) Cada vez que ele pregar, recitem para ele os pontos do sermão, na saída do culto. Isso vai obrigá-lo a se preparar cada vez mais, pois agora ele sabe que vocês estão acompanhado atentamente as suas mensagens.
b) Cada vez que ele trouxer uma nova idéia, dêem a ele todo o apoio de que a sua idéia precisa para dar certo. E faça isso com entusiasmo. Em breve a sua visão vai se abrir, pois agora ele sabe que pode "sonhar", pois tem o apoio entusiástico da igreja.
c) Reunam um bom grupo de irmãos e comecem a orar por ele. Em breve ele vai estar orando com vocês e por vocês. 


- Logo, logo, assim que ele estiver pregando melhor, tiver adquirido ampla visão de ministério e vida de oração, uma outra igreja o convidará e vocês terão a dispensa do pastor da maneira adequada. 


Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil.
Hebreus 13.17

--
“Garantam justiça para os fracos e para os órfãos; mantenham os direitos dos necessitados e dos oprimidos. Livrem os fracos e os pobres; libertem-nos das mãos dos ímpios.” Salmo 82:3-4

sexta-feira, 4 de março de 2011

Quando as máscaras caem

Uma vez por ano elas submergem – pessoas modernas – no anonimato das máscaras sem nome. Uma vez por ano elas querem gozar como desconhecidas, aquilo que a vida oferece. Uma vez por ano elas se livram das amarras da responsabilidade, das preocupações e da autodisciplina. Mas como passam rapidamente os dias de divertimento sem controle! A toda bebedeira segue uma ressaca; todos que usam máscaras serão desmascarados.
Existe alguém que não se deixa enganar pela tua fantasia, - Alguém diante de cujos olhos de fogo não existem pessoas atrás das máscaras. Os olhos do Deus vivo e santo vêem todas as coisas. Eles te seguem sempre e em todos os lugares! Na Bíblia está escrito:
“Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando levanto... Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos... Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também... Se eu digo: As trevas, com efeito, me encobrirão, e a luz ao redor de mim se fará noite, até as próprias trevas não te são escuras: as trevas e a luz são para ti a mesma coisa” (Salmo 139).
Também na balbúrdia do carnaval, os olhos de Deus te observam. Mesmo que submirjas, mesmo que nenhuma pessoa te identifique – Deus te reconhece! Ele sabe a respeito de tudo que fazes. Diante dele, têm que cair todas as máscaras! Permite-me perguntar-te: como ficas depois da folia do carnaval? Seja sincero, não te iludas! Não é assim: teu coração está vazio, ficas mal-humorado, tu te sentes miserável. A vida ficou monótona e vazia. Restou somente um gosto amargo. O tempo do carnaval veio a ti em vestes de alegria, mas sempre lhe seguem vultos vestidos de preto. Trata-se das aflições, das dores de consciência, do sofrimento e do desespero.
Feliz de ti se capitulares hoje diante de Deus! Feliz de ti, se cair tua máscara! Pois Deus te faz uma oferta. Se quiseres, ainda hoje ele te dará alegria pura e verdadeira, que não tem nada em comum com a alegria “mascarada”. Trata-se de uma alegria que poderás levar para tua vida diária.
Tu te sentes sujo e manchado pelo pecado? Está o teu coração decepcionado e vazio? Então vem a Jesus Cristo, o Filho de Deus. A Bíblia diz:
“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16) – “...o sangue de Jesus, seu filho, nos purifica de todo pecado” (1 João 1.7). – Deus diz: “Desfaço as tuas transgressões como a névoa, e os teus pecados como a núvem; torna-te para mim, porque eu te remi” (Isaías 44.22). Virá o dia em que todas as pessoas do mundo terão que comparecer ao juízo de Deus: “...para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai” (Filipenses 2.10-11).
Esse será o dia em que o Deus santo arrancará dos rostos dos homens as máscaras da justiça própria, do orgulho e da altivez. De que maneira terrível aparecerá então a pecaminosidade e pobreza de uma vida desperdiçada! Por isso, deixa desmascarar-te hoje por Deus. Aceita a graça de Deus, que te é oferecida em Jesus Cristo. Hoje ele quer ser teu Salvador, amanhã talvez já seja teu Juíz! Aceita na fé o perdão dos pecados através do sangue de Jesus Cristo. Inicia hoje uma nova vida com teu Deus, uma vida de que não te precisarás envergonhar na Eternidade! (Y. M. - http://www.ajesus.com.br)
Extraído do Folheto Quando as Máscaras Caem (pacote com 100).

MINI P70 EM CURRAL DE DENTRO - 17/11/12

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PROJETO APASCENTAR - DISTRIBUIÇÃO DE REVISTA

19º ENCONTRO DE PASTORES - IBIASSUCÊ - BA - 05-09/12

5º ANIVERSÁRIO DA UNIÃO DE JOVENS DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO - 2012

FAÇA PARTE DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO VOCÊ TAMBÉM

Uploaded with ImageShack.us

P70 22-25 / 2012 - EM NINHEIRA

ACAMPAMENTO DE INVERNO 22-25 DE JUNHO DE 2012

POSTE LINK DO BLOG NO TWITTER

COMENTE EM MEU TWITTER USANDO O LINK ABAIXO