sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

“Queremos um Brasil sem aborto”, diz Damares Alves após ser nomeada ministra

Na primeira entrevista após ser nomeada como futura titular do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves deixou claro que continuará com as lutas que marcaram sua trajetória no Congresso.
Pastora e advogada, ela destacou que está ciente dos desafios, em especial porque a Funai passará a ser sua responsabilidade. “A pasta é muito grande, muito ampla e agora a gente está trazendo para cá a Funai. Nós vamos trazer para o protagonismo políticas públicas que ainda não chegaram até às mulheres, e às mulheres que ainda não foram alcançadas pelas políticas públicas.”
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/damares-alves-brasil-sem-aborto-funai-ministerio-direitos-humanos/

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Dia da Bíblia


Celebrado no segundo domingo de dezembro, o Dia da Bíblia foi criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer, que incluiu a data no livro de orações do Rei Eduardo VI. O Dia da Bíblia é um dia especial, e foi criado para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários cristãos evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu quando foi fundada a Sociedade Bíblica do Brasil, em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP).
E, graças ao trabalho de divulgação das Escrituras Sagradas, desempenhado pela entidade, o Dia da Bíblia passou a ser
comemorado não só no segundo domingo de dezembro, mas também ao longo de toda a semana que antecede a data. Desde dezembro de 2001, essa comemoração tão especial passou a integrar o calendário oficial do país, graças à Lei Federal 10.335, que instituiu a celebração do Dia da Bíblia em todo o território nacional.
Hoje, as celebrações se intensificaram e diversificaram. Realização de cultos, carreatas, shows, maratonas de leitura bíblica, exposições bíblicas, construção de monumentos à Bíblia e distribuição maciça de Escrituras são algumas das formas que os cristãos encontraram de agradecer a Deus por esse alimento para a vida.
 Fonte: http://www.sbb.org.br/eventos/diadabiblia/historia-do-dia-da-biblia/

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

COLUNA VIDA EM FAMÍLIA O segredo de um casamento duradouro

Recentemente, a imprensa noticiou que o Guinness Book, o livro dos recordes, reconheceu o casal japonês, Masao e Mitako, como o casal que tem o casamento mais longo do mundo. Eles estão casados há 80 anos. Perguntada sobre o segredo para um casamento durar tanto tempo, ela respondeu que é a paciência, a tolerância.

Interessante que a repórter perguntou somente a ela e não a ele também. Mas isso é outro problema que muita gente não percebe, que é de fundo ideológico. Mas vamos ao que interessa.
T-o-l-e-r-â-n-c-i-a!

Ela está absolutamente certa. Um casamento, para durar muitos anos, é preciso que aja, em ambas as partes, esta atitude: paciência ou tolerância.

Tolerância é arte de conviver com o outro, sabendo que muitas coisas no cônjuge não  mudarão e temos que administrar isso na relação conjugal para a permanência do próprio casamento.

Em um dos seminários para casais que eu e minha esposa, ElizabeteBifano, oferecemos nas Igrejas, há mais de 20 anos, e que tem ajudado centenas de casais, lembramos que existem dois tipos de conflitos: os conflitos temporários e os permanentes. Os permanentes são aqueles que estão arraigados à nossa personalidade, na nossa formação, que são muito difíceis de serem resolvidos. Então, o segredo para conviver com esses conflitos, os permanentes, é uma boa dose de paciência, de tolerância.

Não adianta ficar, como diz o adágio popular, dando murro em ponta de faca para que o outro mude. Nesse caso, é necessário ter somente a paciência, aprender a tolerar. É importante lembrar que quando usamos a expressão “tolerar”, de forma alguma recomendamos tolerância a abusos, violência doméstica e outras coisas que diminuem o outro. Tolerância, aqui, são aquelas atitudes que não gostaríamos de ver no outro, mas estão lá.

Vou dar um exemplo do meu próprio casamento.  Sempre quando chego em casa, na maioria das vezes, deixo minha carteira, óculos e chaves sobre a mesa da sala. Eu sei que minha esposa, Bete, não gosta, mas minha atitude é quase instintiva. Ela já falou comigo várias vezes sobre isto e, muitas vezes, eu tomo cuidado de colocar esses objetos em um lugar apropriado. Mas quando tenho uma recaída, ela já não fala mais nada. Já cansou de falar. Agora, quando cometo este deslize, ela pratica a tolerância, a paciência. Para que ficar brigando todas as vezes que faço isso? Entre brigar e tolerar, ela escolheu a bifurcação entre paciência e tolerância. O apóstolo Paulo quando escreveu sobre o amor, em I Coríntios 13, afirmou que o amor é paciente, é tolerante (I Coríntios 13.4,7).

A tolerância ou a paciência deve ser cultivada e exercida a cada dia da relação conjugal sempre pensando que este é o melhor caminho para o bem da relação. Com certeza, temos muitos motivos que nos aborrecem e que gostaríamos que não existissem na relação, mas estão lá.

Para a tolerância fazer parte de nossa atitude no casamento precisamos pedir a Deus por ela. Deus é paciente conosco. Ele pode nos ajudar neste sentido. Um outro exercício é contar de 1 a 100, pausadamente. Um terceiro caminho é maximizar as virtudes e minimizar os defeitos do cônjuge. Se caminharmos pela estrada da tolerância podemos, quem sabe, bater o recorde dos idosos japoneses.
******
Gilson Bifano. Escritor, palestrante e coach na área de casamento e família. Siga-o no Instagram: @gilsonbifano
Contato: oikos@ministeriooikos.org.br

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

6 formas de organizar sua agenda para ter um ano produtivo

Gerenciar o fluxo de trabalho é o que muitas pessoas entendem quando dizem "se organizam" ou "Estou definindo minhas prioridades". Mas, como David Allen, desenvolvedor da metodologia Getting Things Done (GTD - A arte de fazer acontecer), observa, há um diferente entre ter prioridades e obtendo as dezenas de decisões que você enfrenta todos os dias: O GTD se baseia em cinco passos para fazer as coisas acontecerem:
  1. Capturar – Tirar da cabeça todas as ideias e lembranças de coisas a fazer e passar para algum lugar mais confiável, como um papel. É bastante comum ver usuários de GTD andando com um bloquinho e caneta por aí.
  2. Esclarecer – Tempo do dia em que você se dedica com foco e atenção para analisar cada uma das coisas que capturou. Existe um fluxograma (que vou colocar mais adiante) que guia todo o processo.
  3. Organizar – Organizar é apenas um dos passos do GTD. Estamos falando de uma metodologia de produtividade, não de organização.  É importante ter suas listas organizadas para que possa acessá-las na hora certa e no lugar certo.
  4. Refletir – Este é o momento do planejamento no GTD, quando definimos prioridades. Trata-se de uma revisão que fazemos de todo o nosso sistema para não perder nada de vista.
  5. Engajar – É executar com significado. Saber que você está fazendo, naquele momento, a coisa mais importante que deveria estar fazendo – em vez de estar preocupado ou distraído com outro assunto. É a tranquilidade de saber que o que você não está fazendo está sob controle, porque você definiu prioridades.
"Definir prioridades" no sentido tradicional de se concentrar em seus objetivos e valores de longo prazo, embora obviamente um foco principal necessário, não fornece um quadro prático para a grande maioria das decisões e tarefas que você deve envolver no dia a dia. (Getting Things Done, Revised Edition, 2015, David Allen, página 57). Aqui estão seis maneiras de um fluxo de trabalho bem gerenciado ajudará 2018 a ser melhor.

1. Um fluxo de trabalho bem gerenciado limpa sua mente.

Você já esteve sentado em uma reunião, talvez uma reunião de pessoal, quando um pensamento estranho, mas importante, apareceu em sua mente: "Pegue leite no caminho de casa." "Não esqueça o vestido de Frieda no limpador." "Eu tenho Tenho que conseguir a reunião dos pastores em nosso calendário de casa antes que seja tarde demais. "Minha configuração padrão é empurrar essas coisas sobre a

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Pastor Rick Warren passa mal e é submetido a cirurgia de emergência

O pastor Rick Warren foi submetido a uma cirurgia de emergência na última sexta-feira, 09 de novembro, após sentir fortes dores abdominais. Sua esposa, que viajava para a Irlanda do Norte onde pregaria em um congresso de mulheres, precisou cancelar o compromisso e retornar aos Estados Unidos.
Rick Warren, autor de Uma Vida Com Propósitos e líder da megaigreja Saddleback, sentiu-se mal na quinta-feira, e foi levado ao hospital para ser examinado, e o diagnóstico indicou que seu intestino havia sofrido uma perfuração.
A esposa de Rick, Kay Warren, estava no meio do vôo para a Irlanda do Norte quando soube da notícia e imediatamente voou de volta para ficar com o marido. Essa informação foi revelada pela página da Causeway Coast Vineyard Church no Facebook. A denominação receberia Kay Warren como palestrante na Illuminate Women’s Conference.
No domingo, o pastor Rick Warren informou detalhes sobre seu estado de saúde aos membros de sua igreja por por e-mail, de acordo com informações da emissora Christian Broadcasting Network (CBN News).
“Felizmente, meu filho, Josh, me ligou no mesmo momento da minha dor, e ele correu para me levar a uma unidade de Atendimento Urgente, onde o médico administrou doses de antibióticos e um analgésico e me aconselhou a fazer uma tomografia computadorizada. Na manhã seguinte, quando Josh e eu estávamos saindo, meu corpo começou a tremer incontrolavelmente, então o médico da urgência insistiu que nós imediatamente fôssemos para o pronto-socorro do hospital”, explicou Warren.
Em seguida, o pastor também explicou por que a cirurgia de emergência foi necessária: “No hospital, a equipe fez minha tomografia computadorizada que revelou que meu intestino tinha sido perfurado (rasgado) e estava liberando infecção na área abdominal. Então, eu rapidamente fiz uma cirurgia de emergência e agora estou me recuperando”, escreveu Rick Warren.
Warren agradeceu a família da igreja por suas orações e amor, e destacou que vai precisar de uma segunda cirurgia depois do Natal.
No sábado, a esposa do pastor publicou um comentário na página da comunidade Causeway Coast Vineyard Church, onde faria sua palestra, e revelou que o marido estava se recuperando bem: “Apenas uma atualização sobre Rick. Ele está muito melhor hoje! A cirurgia foi ainda melhor do que o esperado e ele será liberado em alguns dias. As coisas foram muito sérias por um dia, mas ele é forte e resistente e está no caminho para a recuperação. Obrigado por suas orações por nós”.
Kay Warren manifestou pesar por não ter podido levar a mensagem às mulheres que participariam do congresso: “Estou profundamente decepcionada por não estar com vocês na Illuminate 2018, confiando que o nosso soberano Deus tem todas as coisas em Suas mãos, eu oro para que o que acontecer na vida das mulheres que participarem, marque cada uma delas permanentemente – que momentos inesquecíveis com Jesus e os outros ocorram, até que nos encontremos pessoalmente. Amo a todos vocês”.

MINI P70 EM CURRAL DE DENTRO - 17/11/12

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PROJETO APASCENTAR - DISTRIBUIÇÃO DE REVISTA

19º ENCONTRO DE PASTORES - IBIASSUCÊ - BA - 05-09/12

5º ANIVERSÁRIO DA UNIÃO DE JOVENS DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO - 2012

FAÇA PARTE DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO VOCÊ TAMBÉM

Uploaded with ImageShack.us

P70 22-25 / 2012 - EM NINHEIRA

ACAMPAMENTO DE INVERNO 22-25 DE JUNHO DE 2012

POSTE LINK DO BLOG NO TWITTER

COMENTE EM MEU TWITTER USANDO O LINK ABAIXO