segunda-feira, 24 de abril de 2017

MES DA FAMILIA - IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO

Ler a Bíblia fortaleceu minha fé e me aproximou de Deus, afirma atriz Karina Bacchi

Karina Bacchi é atriz e apresentadora, com uma carreira extensa na televisão, com passagens por Globo, SBT e Record TV, e numa entrevista recente, afirmou que a leitura da Bíblia Sagrada é seu meio de aproximação com Deus.
Aos 40 anos e grávida de cinco meses, Karina Bacchi assistiu ao filme A Cabana na pré-estreia, em São Paulo, e falou sobre sua espiritualidade e fé, e revelou ser uma leitora habitual das Escrituras.
“Com o passar dos anos, a experiência e a maturidade fazem com que a gente perceba a importância da fé em nossa vida, o quanto faz diferença e o quanto é necessário. A gente passa a ter mais responsabilidades, os dias passam a ser mais difíceis, a gente perde um pouco aquela ilusão da adolescência de que tudo é lindo”, disse, em entrevista ao portal Guia-me.
A atriz e apresentadora revelou que em 2012 perdeu seu único irmão, o músico Alexandre Bacchi, e isso trouxe sofrimento a ela, mas não o suficiente para abalar sua fé: “Eu fico triste de ver pessoas sem fé, porque é isso que realmente me traz

sexta-feira, 21 de abril de 2017

MEU RELACIONAMENTO COM DEUS: UMA RELAÇÂO DE OBEDIENECIA? – AULA 93 - LIÇÃO - 3 - FASE 3 -15.03-2017

                                                                                    INTRODUÇÃO

Vivemos um momento interessante da igreja evangélica no Brasil. De um lado verificamos, com muita alegria, a tremenda abertura ao evangelho e o grande número de conversões em nosso país. Muitos se “convertem” pensando apenas nas vantagens que poderão alcançar. Claro que as bênçãos acompanham os verdadeiros convertidos. Mas por outro lado, a mesma facilidade não se verifica na fase seguinte após a conversão, a fase do discipulado. Há uma imensa dificuldade de mudança e uma clara resistência a uma obediência radical a Cristo e seus mandamentos. Ou seja, vivemos numa época ambígua e perigosa, onde é fácil “converter”, desde que não se exija mudança de comportamento e compromisso com Cristo.

Precisamos abordar este assunto, porque talvez muitos estejam vivendo um engano muito sério. Talvez não estejam vivendo uma verdadeira experiência com Deus. Talvez não entenderam a verdadeira mensagem do evangelho de Cristo, que tem como base o fato de que Jesus Cristo é o Senhor absoluto daqueles que desejam segui-lo. Vamos estudar este assunto com cuidado:

DESENVOLVIMENTO DO ENSINO

Textos-base: Mateus 7:21-23 e João 14:21
1. Jesus Cristo é o Senhor

A queda do homem relatada em Gênesis capitulo 3 foi causada fundamentalmente pela desobediência do homem a Deus. Adão e Eva, na verdade, estavam fazendo uma escolha, que sabemos foi catastrófica, tanto para eles quanto para toda a humanidade. Quando pecaram contra Deus, estavam afirmando a sua escolha: não queriam mais que Deus reinasse sobre a vida deles.

Por isso, quando Pedro pregou a primeira mensagem evangelística de sua vida e da igreja (Atos 2:14-36), ele apresenta Jesus como Senhor (“Kurios”, aquele a quem uma pessoa ou coisas pertence, sobre o qual ele tem o poder de decisão; Mestre, Senhor). Estava deixando bem claro, sem rodeios, que receber a Cristo seria tremendo. Receberiam o perdão dos pecados, seriam batizados, fariam parte da abençoada família de Deus, mas estariam fazendo uma decisão de ter agora Cristo como senhor e dono de suas vidas. Quando Paulo prega ao carcereiro em Atos 16, o desafia a crer no Senhor (“Kurios”) Jesus para ser salvo. Em Filipenses 2:11, Paulo afirma que um dia toda língua confessará que Jesus Cristo é o

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Células tumorais expostas à sinfonia de Beethoven morreram ou diminuíram de tamanho

A ciência já comprovou que ouvir música não serve apenas para se acalmar e relaxar – ela pode trazer uma série de benefícios para a saúde.
Ao expor células MCF-7, ligadas ao câncer de mama, à Quinta Sinfonia de Beethoven, cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro descobriram que algumas morreram e outras diminuíram consideravelmente de tamanho.
O experimento também colocou as células sob a influência de outras duas músicas clássicas. “Atmosphères”, do húngaro György Ligeti, causou resultados bem semelhantes ao da sinfonia. Mas “Sonata para dois pianos em ré maior”, de Mozart, não gerou nenhuma mudança.
A próxima etapa da pesquisa é entender exatamente o que aconteceu para que as células morressem ou diminuíssem de tamanho. Assim que for possível reconhecer, eles deverão construir uma sequência sonora especial para tratar os tumores. A intenção é que os pacientes possam tratar o câncer de uma forma menos agressiva.

Fonte:https://br.yahoo.com/noticias/celulas-tumorais-expostas-sinfonia-de-beethoven-morreram-ou-diminuiram-de-tamanho-213523346.html

domingo, 16 de abril de 2017

Morre aos 117 anos a italiana Emma Morano, última sobrevivente do século XIX

A italiana Emma Morano, a última sobrevivente conhecida do século XIX e supostamente a mulher mais idosa da humanidade, morreu neste sábado em sua residência em Verbania (norte), aos 117 anos e 137 dias, anunciou a imprensa local.
"Ela teve uma vida extraordinária e sempre nos recordaremos de sua força por seguir adiante", declarou o prefeito de Verbania, citado pela imprensa.
Segundo o Gerontology Research Group (GRG), um grupo americano que busca e certifica as pessoas mais idosas do mundo, a decana da humanidade agora é uma jamaicana, Violet Brown, nascida em 10 de março de 1900.
O mesmo grupo afirmava que Emma Morano, nascida em 29 de novembro de 1899, era a última pessoa conhecida nascida antes de 1900.
Morano, uma mulher obstinada e independente que conservou sua autonomia até os 115 anos, atribuía sua longevidade a décadas de celibato e seu regime improvável: três ovos diarios durante quase um século.
Ao longo de sua vida, testemunhou a passagem de 11 papas, três reis da Itália e 12 presidentes da República, mas não chegou a superar o recorde absoluto da francesa Jeanne Calment, que viveu até os 122 anos.
Seu primeiro amor desapareceu durante a Primeira Guerra Mundial, e acabou se separando de um marido violento após a morte de seu único filho com poucos meses. Isso foi em 1938, três décadas antes da aprovação da lei do divórcio na Itália.
A partir desse momento, viveu sozinha, em um momento em que isso não era comum, e trabalhou até os 75 anos em uma fábrica de bolsas.
Aos 115 anos, decidiu aceitar a ajuda de uma enfermeira em tempo integral.
Em novembro de 2016 recebeu a AFP em seu apartamento, entre um armário repleto de caixas de papelão, uma série de imagens religiosas, seu diploma de "Decana da Humanidade" do Guinness World Records e uma fotografia dela com seu

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Quais os dias da morte e da ressurreição de Jesus?

Essa é uma questão bem interessante e que deixa muitas pessoas em dúvida. Como Jesus pode ter ressuscitado ao terceiro dia se Ele morreu na sexta-feira à tarde e ressuscitou na manhã de domingo?

Vamos analisar os fatos para encontrarmos a resposta, traçando uma pequena linha cronológica entre a morte e a ressurreição do Senhor Jesus Cristo.
(1) Jesus foi preso e levado perante Pôncio Pilatos antes da comemoração da Páscoa judaica. Antes do meio dia da sexta-feira foi o horário em que Jesus foi condenado e iniciou a Sua caminhada até o Calvário (João 19.14). Em Lucas 23.44-46 e em Marcos 15.33-34 vemos registrado que a morte de Jesus se deu por volta da hora nona, ou seja, por volta de três horas da tarde. Vemos também que os judeus que acompanhavam a crucificação não queriam que os corpos (de Jesus e dos ladrões crucificados ao lado dEle) ficassem ali na cruz por muito tempo para não atrapalhar a festa da Páscoa a ser realizada no dia seguinte (sábado), e solicitaram às autoridades que fossem tirados dali (João 19.31).

(2) Em João 20.1 vemos Maria Madalena indo até o sepulcro no primeiro dia da semana (domingo), mas Jesus não estava lá, pois havia ressuscitado. Sendo assim, fica claro na Bíblia que Jesus morreu por volta das três da tarde da sexta-feira e ressuscitou em algum momento na manhã do domingo.

(3) Podemos constatar que Jesus, antes de Sua morte, já havia revelado aos Seus discípulos que ressuscitaria no terceiro dia: “Desde esse tempo, começou Jesus Cristo a mostrar a seus discípulos que lhe era necessário seguir para Jerusalém e sofrer muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressuscitado no terceiro dia.” (Mateus 16.21). Em todos os quatro Evangelhos vemos registrado a fala de que Jesus ressuscitaria ao terceiro dia (Mateus 20.19; Marcos 10.34; João 2.19).

(4) A explicação para essa aparente contradição é que Jesus ressuscitou “ao terceiro dia” e não “três dias depois de sua morte”, o que implicaria que Ele ficasse morto por 72 horas. Era muito comum aos judeus considerar partes de um dia figuradamente como um dia completo. Por exemplo, no livro de Ester 4.3, vemos registrado que foi levantado um jejum por “três dias e três noites”, ao fim do qual Ester se apresentaria perante o rei para suplicar pelos judeus. Porém, vemos ali que eles começaram o jejum já com o dia em andamento e que Ester foi à presença do rei “ao terceiro dia” (Ester 5.1). Logo, esse período de jejum não foi de 72 horas completas. Da mesma forma, as palavras de Jesus de que ressuscitaria ao terceiro dia seguiram esse mesmo esquema.

(5) Então, para entendermos bem, ficou dessa forma: Jesus morreu na sexta-feira (primeiro dia), passou-se o sábado (segundo dia), chegou o domingo (terceiro dia). Daí, então, os escritos dizerem que Jesus ressuscitou “ao terceiro dia” e não “três dias depois de sua morte”. Dessa forma, não encontramos contradição na Bíblia com referência a esses fatos.

                                                                                                                       Fonte: Esboçando Ideias


quinta-feira, 13 de abril de 2017

O plano de Deus para você

1 - Deus ama você
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele". (João 3:16 e 17)

“Visualize o momento. Deus em seu trono. Você na terra. E, entre você e Deus, suspenso entre você e o céu, está Cristo na cruz. Seus pecados foram colocados sobre Jesus. Deus, que pune o pecado, derrama sua ira de justiça sobre os nossos erros. Jesus sofre esta ira. Uma vez que Cristo está entre você e Deus, você não é atingido, mas salvo — salvo à sombra da cruz. (…) Pois esta é a amplitude do Seu amor. E este é o motivo da cruz. Ele ama o mundo.” (Extraído do livro Ele Escolheu os Cravos - Max Lucado)
2 - Deus quer você perto dEle
"Olhai para mim e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro". (Isaías 45:22).
Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em

MINI P70 EM CURRAL DE DENTRO - 17/11/12

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PROJETO APASCENTAR - DISTRIBUIÇÃO DE REVISTA

19º ENCONTRO DE PASTORES - IBIASSUCÊ - BA - 05-09/12

5º ANIVERSÁRIO DA UNIÃO DE JOVENS DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO - 2012

FAÇA PARTE DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO VOCÊ TAMBÉM

Uploaded with ImageShack.us

P70 22-25 / 2012 - EM NINHEIRA

ACAMPAMENTO DE INVERNO 22-25 DE JUNHO DE 2012

POSTE LINK DO BLOG NO TWITTER

COMENTE EM MEU TWITTER USANDO O LINK ABAIXO